Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Casa da Música convida para sessões de cinema com banda sonora ao vivo
13-02-2018

A Casa da Música renova todos os anos, com o ciclo Invicta.Música.Filmes, uma experiência à moda antiga: a projeção de filmes no grande ecrã é acompanhada por música tocada ao vivo. A edição 2018 decorre entre os 17 e 20 de fevereiro.


Recuperando a magia do cinema mudo, mas revisitando também o que veio depois, este programa atualiza, pela banda sonora executada em palco, películas que ficaram na história.

No sábado, pelas 18 horas, talentos lendários dos anos 50 chegam com "Há Lodo no Cais", de Elia Kazan. Como destaca a Casa da Música, "Leonard Bernstein compôs para este filme a sua única banda sonora original não adaptada de uma produção cénica, que apoia uma prestação memorável de Marlon Brando". Neste cineconcerto, a interpretação do legado musical singular está a cargo da Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música.

Antes, às 16 horas, "Factory 365" convida à reflexão sobre a Revolução Industrial e a transformação das pessoas em máquinas, ao serviço do mercado. Neste caso, uma série de filmes de animação originais são sonorizados pelo gamelão, a exótica família de percussões tradicional de Java que gosta de encher a Casa de sons vibráteis, quase hipnóticos.

No domingo, 18 de fevereiro, a Banda Sinfónica Portuguesa recupera, a partir do meio-dia, filmes e cenas marcantes: começa com "África Minha", clássico para o qual o britânico John Barry criou uma banda sonora "nostálgica" e dramática, "ora homenageando a imponente paisagem ora anunciando a tragédia"; alcança depois "uma das bandas sonoras mais memoráveis de todos os tempos", a música de John Williams para "Guerra das Estrelas"; viaja pelos Alpes e por Veneza, através dos arranjos e composições de Johan de Meij para "Via Claudia"; e encerra com uma "homenagem ao lendário Federico Fellini, captando a atmosfera surrealista e sonhadora dos filmes do realizador italiano".

Por fim, na terça-feira, dia 20, o Remix Ensemble interpreta nova música encomendada a Wolfgang Mitterer para um filme-chave do movimento expressionista alemão, "O Gabinete do Dr. Caligari" (1920). Realizada por Robert Wiene, esta película é "um clássico do terror que revolucionou a estética cinematográfica e influenciou em grande medida o cinema norte-americano, do terror ao film noir", contextualiza a Casa da Música. Entre a estreia e a revisitação, o último cineconcerto do Invicta.Música.Filmes 2018 começa às 19,30 horas.

Saiba mais informação aqui.