Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Cartaz do NOS Primavera Sound 2021 reforçado com Gorillaz e Tame Impala
16-06-2020
Adiada a edição deste ano devido à pandemia, o NOS Primavera Sound antecipou a divulgação do cartaz da edição de 2021, marcada para os dias 10, 11 e 12 de junho, no Parque da Cidade do Porto. A maioria dos destaques transitam deste para o próximo ano - Tyler, The Creator, FKA twigs, Beck, Bad Bunny ou King Krule - e somam-se agora novos nomes fortes, como os os Gorillaz, banda de rock britânica criada em 1998 pelo líder dos Blur, Damon Albarn, os australianos Tame Impala, ícones do pop psicadélico de massas, ou a norte-americana Doja Cat, sensação pop do momento.

Estes são apenas os nomes mais visíveis de um programa que, na sua maioria, replica o que deveria ter sido celebrado este ano, e que reúne 63 artistas de 21 nacionalidades, com o inimitável selo do Primavera Sound e com a aposta decidida em conjugar a tradição com o risco, os grandes nomes com os artistas de amanhã, os sons contemporâneos com os que explicam as últimas três décadas da música.

Mantêm-se no alinhamento nomes intemporais da música como Kim Gordon (ex-Sonic Youth) e Dinosaur Jr ou novas lendas em formação como os renascidos Chromatics, Cigarettes After Sex ou DIIV. Há também para ouvir o post-hardcore Jawbox, Jehnny Beth com a primeira encarnação a solo à margem de Savages, o trio OM, de Al Cisneros (vocalista e baixista dos Sleep), os nómadas do groove Khruangbin, a nostalgia de Helado Negro, a frescura das guitarras dos Rolling Blackouts Coastal Fever e a energia Shellac.

A espera prolongada, pelas causas conhecidas, ajudará a aumentar a exposição e o alcance de alguns artistas emergentes do cartaz. São os casos de Koffee, Georgia, Paloma Mami, Penelope Isles ou black midi.

O hip-hip volta a marcar presença em força, com nomes como Earl Sweatshirt, Little Simz, Jamila Woods ou o trio espanhol formado por C. Tangana, Bad Gyal e Yung Beef, tal como a pop futurista, representada por Caroline Polachek, o duo 100gecs, Rina Sawayama, Mura Masa ou o brasileiro Pabllo Vittar.

Como é habitual, o NOS Primavera Sound de 2021 apresenta também um contingente nacional, composto por Chico da Tina, David Bruno, Montanhas Azuis, Throes+The Shine ou Holy Nothing. Em português, mas do outro lado do Atlântico, chega o experiente Arnaldo Antunes, ex-membro dos Titãs e dos Tribalistas.

Quem quiser dançar, terá novamente à sua espera o universo paralelo do palco Primavera Bits, que terá como comandantes Avalon Emerson, Special Request de Paul Woolford, Aurora Halal, Octo Octa e Eris Drew, DJ Marcelle / Another Nice Mess, Sherelle e os locais DJ Firmeza, MVRIA e Arrogance Arrogance.

E não só de eletrónica se fará a festa. Como novidade do próximo ano, sons urbanos e latinos animarão a pista, com as sessões do pioneiro do reggaeton DJ Playero e pela união inédita entre Florentino, Kelman Duran e DJ Python, baptizados para a ocasião como Sangre Nueva.

Informação sobre a venda e troca de bilhetes

Todos os bilhetes adquiridos para o NOS Primavera Sound 2020 são válidos para a edição de 2021. Para isso, é obrigatório efetuar a troca do bilhete do NOS Primavera Sound 2020 por um bilhete válido para a edição de 2021. Esta troca deverá ser feita no ponto de venda onde foi adquirido, entre 18 de junho e 31 de dezembro de 2020, não tendo qualquer custo associado. 

A partir das 12 horas de 18 de junho, ficam disponíveis nos locais habituais os passes gerais para o NOS Primavera Sound 2021.

Para mais informações, consulte a página oficial do festival.