Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Campanhã tem a maior horta municipal do Porto
15-09-2017
Com uma área de 4.200 metros quadrados e 80 talhões para cultivo, a Horta da Oliveira, na freguesia de Campanhã, é a maior horta municipal do Porto. Hoje inaugurada pelo vereador do Ambiente, Filipe Araújo, torna a agricultura biológica acessível a cidadãos, crianças da escola vizinha EB1 do Falcão e utentes de instituições locais.

O novo espaço insere-se na política ambiental da autarquia de incentivo à dinamização de hortas por parte da população, promovendo a produção agrícola biológica, a valorização orgânica dos resíduos domésticos e o estímulo à economia circular e de proximidade.

Neste sentido, 43 pessoas fizeram já o curso de Agricultura Biológica da Lipor, parceira no projeto, ficando aptas a receber o seu talhão na Horta da Oliveira. A par do cultivo por cidadãos - moradores em Campanhã que manifestaram interesse em explorar uma parcela de terreno  -, o projeto tem propósitos pedagógicos e inclusivos: envolverá o trabalho quer com crianças da EB1 do Falcão (no talhão maior) quer com IPSS locais de apoio a pessoas com necessidades especiais. A existência de sistemas de cultivo adaptados a quem tem mobilidade reduzida é uma das características de um espaço que se deseja acessível a todos.

Projeto Horta à Porta

Pensadas inicialmente para revitalizar terrenos abandonados ou inseguros, as hortas municipais decorreram de um processo participativo e de envolvimento cívico de agentes locais, posteriormente associado ao projeto Horta à Porta da Lipor.

As primeiras hortas a surgir foram as de Aldoar (2003) e da Condomínia, que continuam a funcionar, sem terem sido alguma vez vandalizadas, como espaços lúdicos com valências ocupacionais, de complemento ao orçamento familiar (agricultura de subsistência), mas também como um exemplo de gestão e conservação de espaços semipúblicos com economia de recursos. 

O Horta à Porta, feito em parceria com a Lipor, disponibiliza talhões a particulares interessados em praticar a produção agrícola em modo biológico. Ao receber o talhão de terreno, os futuros agricultores recebem também formação em produção agrícola em modo biológico e compostagem. Os produtos extraídos da horta são para consumo próprio, sendo disponibilizada água, um local comum para armazenar as ferramentas e um compostor individual.

Hortas municipais
São agora cinco, dispersas pela cidade. 

Horta de Aldoar: 632 m2  - 14 talhões
Horta da Condomínia: 1170 m2 - 26 talhões
Horta da Lada: 498 m2  - 13 talhões
Horta de Vilar: 401m2 - 12 talhões
Horta da Oliveira : 4187 m2  - 80 talhões 

Consulte o mapa das hortas da Porto, incluindo as municipais.