Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Câmara quer nova direção da FAP a participar no Plano Municipal de Juventude
11-12-2019
A nova direção da FAP - Federação Académica do Porto tomou posse nesta semana e a cerimónia, realizada no Palácio da Bolsa, foi ocasião para a Câmara do Porto desafiar logo ali os novos órgãos a colaborarem na reformulação do Plano Municipal de Juventude, além de dar continuidade a vários projetos conjuntos.

Recordando que o Porto foi pioneiro a nível nacional quando criou o documento orientador das políticas locais de juventude, em 2009, a vereadora da Juventude e Desporto, Catarina Araújo, acrescentou que ele foi revisto em 2011 e 2017, mas considerou que é já necessária uma nova versão.

"As necessidades dos jovens, ontem, podem já não ser as necessidades de hoje. E só conseguimos identificar os eixos prioritários de intervenção, ouvindo os jovens e envolvendo os agentes sociais com interesse ou responsabilidade na área da juventude", explicou Catarina Araújo, segundo quem este é um bom desafio para o novo ano que vai entrar e para a nova direção da FAP, liderada por Marcos Alves Teixeira, estudante de Farmácia.

O ex-tesoureiro e agora presidente anunciou desde logo ao quem vem: "contribuir para uma Academia do Porto robusta, séria e progressista nas suas ações, pensamentos e convicções", tendo destacado a inclusão, a sustentabilidade e a seriedade no debate político e de ideias como princípios a respeitar.

Marcos Alves Teixeira apontou também o combate às alterações climáticas e o reforço da FAP e da Academia do Porto como escola de líderes enquanto prioridades do mandato que vai iniciar, afirmando-se convicto de que "a Educação é o seguro para uma sociedade evoluída e mais completa".

Uma postura que, aliás, foi ao encontro da citação que Catarina Araújo faria do presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira: "A Academia é o instrumento mais importante que temos porque faz a translação do passado e do presente para o futuro. Projeta a cidade e projeta as suas oportunidades".

Foi também nesse espírito que a vereadora fez questão de deixar fortes elogios à direção cessante e ao seu presidente, João Pedro Videira, frisando que "foi um elemento muito ativo, presente e até inovador nas iniciativas que promoveu", de entre as quais salientou a estreia da cimeira da tecnologia e inovação Tomorrow Summit, em 2018; a conquista do primeiro "Sê-lo Verde" por uma Queima das Fitas em Portugal, feito alcançado também em 2018 pelo evento portuense, que se tornou assim um exemplo em termos de sustentabilidade ambiental; e a organização do Campeonato Europeu Universitário de Basquetebol 3x3, em 2019.

Além disso, Catarina Araújo reafirmou a disponibilidade do Município para dar continuidade a projetos conjuntos com a FAP, nomeadamente o FAP no BairroPólo Zero e Programa Aconchego, mostrando a disponibilidade para manter "um diálogo construtivamente insatisfeito e exigente".

A nova direção da FAP conta agora, além de Marcos Alves Teixeira, com a continuidade de João Cruz, Ana Gabriela Cabilhas, Miguel Videira e Kevin Soares, a quem se juntam Sandra Ramos, Juliana Santos, Manuel Trindade e Nuno Ferreira.