Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Câmara investe oito milhões de euros na regeneração de ruas estruturantes do Porto
05-07-2016

Até ao final do ano, a Câmara do Porto espera regenerar mais de quatro dezenas de artérias na cidade, num investimento superior a oito milhões de euros. Em alguns casos trata-se de melhorar a qualidade do pavimento, mas em muitos outros a autarquia aproveitará para fazer requalificação, reordenar trânsito e melhorar as condições de segurança e iluminação. As obras na Avenida AEP e na Rua da Constituição começaram hoje.


Efetivamente, esta operação de regeneração das ruas já começou. Este ano, além da normal manutenção da via, a Câmara do Porto já fez intervenções mais pesadas e estruturais em doze artérias da cidade, como foi o caso da construção do Atravessamento dos Bairros Novo da Pasteleira e Pinheiro Torres, da requalificação do Largo do Carmo e das melhorias na Rua Magalhães Lemos, estes dois últimos em parceria com a STCP.


Estas obras, já concluídas, custaram cerca de 1,3 milhões de euros e foram executadas através da GOP, empresa municipal de Gestão de Obras Públicas. A mais cara destas intervenções foi a da construção do novo atravessamento dos bairros, que orçou em mais de 500 mil euros enquanto a requalificação do Largo do Carmo custou 219 mil.


Em curso, a Câmara do Porto tem, desde hoje, intervenções na Rua da Constituição e Avenida AEP, no sentido Matosinhos-Porto, e, em meados do mês, iniciam-se as obras na Rotunda de Bessa Leite e Sidónio Pais. No seu conjunto, estas três intervenções custarão mais de 500 mil euros. Enquanto isso, decorre já a repavimentação da Rua dos Castelos e a substituição da iluminação pública no Jardim do Marquês de Pombal.




Em fase pré-contratual estão já diversas obras em ruas como Diogo Botelho, Restauração, Cimo Muro e Bartolomeu Velho, totalizando mais de 1,2 milhões de euros e cujos trabalhos estão previstos para setembro. Na mesma altura deverá iniciar-se a mais pesada de todas as intervenções a realizar este ano pela Câmara do Porto e que corresponde à reabilitação do espaço público do Bairro do Regado (lado nascente), orçado em mais de 1,8 milhões de euros.


Outro bairro que será profundamente intervencionado no decorrer de 2016, quanto ao espaço público, é o Bairro Leão XIII, cuja obra ultrapassa os 600 mil euros. Também prevista está uma importante intervenção na Rua da Restauração, realizada em parceria com a STCP, e outra, de valor aproximado aos 400 mil euros, na Rua Coronel Raúl Peres.


Em fase de projeto estão também obras na Viela S. Lourenço, Bairro Leão XIII, Arruamento UPTEC (VL4), Av. Fernão Magalhães, Rua D. João Mascarenhas e Rua de Serralves.


Outras vias cujas intervenções se encontram já orçamentadas e deverão arrancar brevemente são a Av. Marechal Gomes da Costa, Praça das Flores, Rua do Ouro, cruzamento da Rua Amial, alteração de sentidos na Rua Bom Sucesso, Rua Castelo de Guimarães, Rua Cónego Ferreira Pinto, Rua de Contumil, Rua Dr. Nuno Pinheiro Torres, Rua Sarmento Beires, Rua Vasco Valente, Terminal do Bom Sucesso, além de estar também previsto o reordenamento viário junto ao Estádio do Dragão.


Estarão ainda, até final do ano, em curso, outras pequenas obras, como a colocação do corrimão na Travessa de São José.


Terminadas estão as empreitadas nos Bairros Novo da Pasteleira e Pinheiro Torres, Largo do Carmo, Largo na Rua do Infante D. Henrique, Rua Agra, Rua Avelar Brotero, Rua Campo Alegre, Rua Escola Normal, Rua Magalhães Lemos, Rua Nagasaki e Travessa da Costibela, além da iluminação no eixo Mouzinho/Flores e do reperfilamento de passadeiras para colocação de sinalização LED em diversas ruas do Porto.


Estas obras, já concluídas, em curso ou que a Câmara espera lançar até final do ano, representam um investimento superior a 8 milhões de euros e não incluem outros grandes investimentos a realizar na via pública, também este ano, relacionados com as obras de restauro e modernização do Mercado do Bolhão que implicarão intervenções importantes em arruamentos, que serão brevemente anunciados.


ASSISTA À CONFERÊNCIA DE IMPRENSA AQUI