Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Circulação na Costa Cabral alterada
17-04-2015

A rua Costa Cabral, a mais comprida da cidade, vai sofrer várias alterações à circulação, que se iniciam na próxima terça-feira, 21 de abril. O novo plano pretende diminuir a sinistralidade naquela artéria de três quilómetros, combater o estacionamento abusivo e permitir o aumento da velocidade de circulação dos autocarros.


O anúncio foi feito hoje pela vereadora da Mobilidade, Cristina Pimentel, em conferência de imprensa, que revelou ainda que as obras têm um prazo estimado de "duas semanas", dependente "da meteorologia", e avançam em quatro fases. Começam no troço Estrada da Circunvalação - rua de Santa Justa, seguem para a área entre Santa Justa e rua de Contumil, avançam depois até à rua de Silva Tapada e continua a partir daí até à Praça do Marquês.


Serão adotadas linhas contínuas para dividir os sentidos de trânsito e uma espécie de separador central em algumas áreas. Os trabalhos vão criar "90 lugares de estacionamento legais" e fazer subir de três para 70 os espaços destinados às cargas e descargas, e instalar pinos de borracha (tecnicamente apelidados de "balizas de posição cilíndrica flexíveis") a separar as faixas de rodagens numa extensão de cerca de 30 metros "antes e depois" das intersecções e cruzamentos de Costa Cabral com outras artérias.


Com o separador central, criado por 149 pinos que vão ocupar "entre 15% a 25% do arruamento", a expectativa é impedir o estacionamento ilegal onde ele causa maiores problemas (junto às intersecções e cruzamento), adiantou a vereadora, notando que a Câmara e a Polícia Municipal vão ter "tolerância zero" relativamente às infrações.


Em toda a extensão da rua vai fazer-se o "reposicionamento" de algumas paragens de autocarros e a colocação de "guardas metálicas de proteção adequadas às crianças" onde existirem colégios ou equipamentos desportivos.


A vereadora Cristina Pimentel esclareceu também que a rua Costa Cabral é aquela onde a Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP) "regista um maior número de acidentes nas suas viaturas", para além de, sobretudo devido ao estacionamento irregular, os autocarros verem "a velocidade média consideravelmente afetada".


Segundo a responsável, entre 2011 e 2014 se registaram, naquela artéria, 149 acidentes: 115 colisões, sete despistes e 27 atropelamentos, dos quais resultaram 45 feridos ligeiros, sendo que "17% dos acidentes envolveram veículos pesados".


No âmbito do projeto "Via Livre", que envolve a STCP, Polícia Municipal e a Câmara do Porto, a rua de Costa Cabral foi identificada como um dos pontos da cidade onde frequentemente, devido ao estacionamento abusivo, o normal funcionamento dos transportes públicos é gravemente prejudicado.