Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Câmara do Porto entregou ontem mais 30 ventiladores não invasivos aos dois hospitais do Porto com o apoio da Fundação Jack Ma
14-04-2020

A Fundação Jack Ma doou ao Município do Porto 30 aparelhos não invasivos para tratamento de doentes com COVID-19 (os que mais são necessários nesta fase). A Câmara entregou 15 a cada um dos centros hospitalares da cidade, que assim se juntam aos 10 ventiladores invasivos para UCI entregues na semana passada.


Os equipamentos médicos chegaram da China, através da Embaixada de Portugal em Pequim, que tem sido um elo fundamental nas operações de ajuda e transporte da ajuda a Portugal. Foram transportados ontem desde Lisboa pelos serviços de transporte do Município do Porto e entregues de imediato aos hospitais de São João e Santo António, que reportam precisar deste tipo de ventilador adequado a doentes que precisam de ajuda de ventilação, mas não no grau mais avançado da doença.


Jack Ma ou Ma Yun, de 55 anos, é um magnata chinês, identificado pela Forbes como um dos homens mais importantes homens de negócios chinês. Foi fundador da plataforma Alibaba e presidiu àquele grupo empresarial especializado em e-commerce. É visto como um embaixador global para negócios chineses e, como tal, é frequentemente listado como uma das pessoas mais poderosas do mundo pela Forbes. Em 2017, ficou em segundo lugar na lista anual "World's 50 Greatest Leaders" da Fortune.


As relações do Porto à China são diversas e profundas, sobretudo através das geminações com as cidades de Xangai, Shenzhen e Macau, com quem o presidente da Câmara tem mantido estreito relacionamento de que resultaram vários protocolos. Durante os seus dois mandatos, Rui Moreira, os seus vereadores e o presidente da Assembleia Municipal visitaram várias vezes aquelas cidades e estabeleceram contactos ao mais alto nível. Também os representantes daquelas cidades estiveram por diversas vezes no Porto, o que facilita muito o relacionamento no atual contexto de crise.


A forma como o Porto se posiciona neste momento ao nível global, o prestígio que granjeia fruto do trabalho de diplomacia económica que tem vindo a estabelecer, e o excelente trabalho do Embaixador de Portugal em Pequim, José Augusto Duarte, completam o quadro que levou até à doação destes materiais de fulcral importância para a cidade e para os hospitais da cidade que servem toda uma Região.