Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Câmara do Porto e Área Metropolitana decidem sobre representantes na direção do Coliseu do Porto
28-02-2020

O Executivo Municipal será chamado a decidir, na reunião ordinária que decorrerá no dia 9 de Março, sobre o nome do seu representante na direção da Associação Amigos do Coliseu do Porto, para o triénio 2020 - 2023. Rui Moreira vai propor que Nuno Lemos seja reconduzido no cargo que já ocupava, como vogal da direção. Maria João Castro foi hoje designada pela Área Metropolitana.


A direção da associação é constituída por representantes dos três parceiros institucionais (Câmara do Porto, Área Metropolitana do Porto e Ministério da Cultura) sendo o presidente eleito pela Assembleia Geral de entre os três e, por acordo, indicado rotativamente por um dos deles, sendo agora a vez do Governo, depois de Câmara do Porto e Área Metropolitana o terem feito nos dois anteriores mandatos.


Compõe ainda a direção um representante dos associados individuais e um representante dos associados coletivos, eleitos em assembleias próprias, segundo os estatutos da associação.


O Coliseu do Porto prepara-se para a realização de uma Assembleia Geral que discutirá também a proposta que os três associados institucionais pretendem fazer, de concessionar o espaço, por forma a garantir as obras necessárias e o funcionamento, como sala de espetáculos nos próximos anos, ficando garantidos os postos de trabalho e o funcionamento da associação em condições que a próxima direção irá estabelecer, através de concurso público.


O Conselho Municipal de Cultura, convocado duas vezes por Rui Moreira para debater o assunto, chamado a votar, aprovou já, sem votos contra, a proposta de concessão. No entanto, Rui Moreira, segundo uma carta enviada ontem aos vereadores, já anunciou que levará o assunto a reunião de executivo, ainda antes da Assembleia-Geral.


O Conselho Metropolitano do Porto aprovou, entretanto, hoje por unanimidade indicar o nome de Maria João Castro para o representar na direção. A também vereadora substituta da Câmara do Porto, pelo Partido Socialista, substituirá Eduardo Paz Barroso, enquanto representante da Área Metropolitana, faltando agora ao Estado designar quem propõe para a direção e presidência. Nuno Lemos foi administrador da Porto Lazer, ocupando atualmente um cargo de direção na empresa municipal Águas do Porto. É, tal como Maria João Castro, vereador substituto no Executivo, tendo integrado as listas de Rui Moreira em último lugar.