Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Câmara distinguiu cidadãos e instituições que fazem o "hardware" do Porto
09-07-2017

Foi com o Porto aberto ao mundo, "a casa de quem nele quer aportar", a dirigir o discurso de Rui Moreira que a Câmara entregou esta manhã as Medalhas da Cidade. Em sessão solene voltada para o rio, no jardim da Casa do Roseiral, foram reconhecidos 26 cidadãos e instituições, exemplos do "verdadeiro hardware da cidade". O escritor Richard Zimler foi a personalidade distinguida com a Medalha de Honra da Cidade do Porto.


Como afirmou o presidente da autarquia, é este hardware com batimento cardíaco "o sustento físico da cidade, a energia do sentimento comum e de pertença"; são pessoas e instituições "que sustentam o resto, que processam o pensamento, armazenam a memória e desenvolvem o conhecimento".


Porque o Porto "sempre foi porto e sempre nele aportou novo hardware", é antiga esta chegada de "nova matéria-prima que, aqui, rapidamente se transforma em produto. E o produto é caráter".


Destacando que esta cidade "não tem medo nem do futuro nem dos sotaques, das línguas, das culturas que embebe, adota, que inspira e transforma", Rui Moreira apelou à memória e à tolerância: "Como é pouco interessante ouvir hoje de alguns um discurso intolerante que não joga com este Porto que descrevo. Como é fácil o discurso do medo do que vem de fora, quando de fora chegou Nasoni e com ele se ergueu os Clérigos, quando de fora chegaram alemães e ingleses que desenharam os nossos jardins".


Aconteceu, há já uns bons anos, chegar um nova-iorquino. Richard Zimler "é como Nasoni ou Eiffel, os Niepoort ou os Vanzelleres", cidadãos nascidos longe que "entraram no hardware da cidade", ligaram-se "ao nosso granito". O escritor, frisou o autarca, é hoje "um portuense que não nos deixa esquecer a nossa própria história e vocação, sempre que assume os recantos e amores de uma cidade que é sua por inteiro".


Na impossibilidade de referir um por um todos os "outros portuenses notáveis e instituições com obra feita na cidade" hoje homenageados, Rui Moreira mencionou D. Januário Torgal Mendes Ferreira, "pela coragem do Porto que sempre o guiou". Não quis deixar também de lembrar Manuel Moreira de Sampaio Pimentel Leitão, reconhecido a título póstumo. Com um marcante percurso autárquico, Sampaio Pimentel era, até 2016, ano em que desapareceu precocemente, vereador da Câmara portuense. Foi, lembrou o presidente e amigo, "um servidor da cidade que tanto lhe deve".



 

MEDALHAS DA CIDADE - 2017

 

Medalha Municipal de Honra da Cidade

- Richard Zimler 

 

Medalha Municipal de Valor Desportivo - Grau Ouro

- Clube Desportivo de Portugal

- Clube Infante Sangres 

- Domingos Gomes

- Fernando Amorim (Ni Amorim) 

- Mário Barros 

- União Académica António Aroso  

 

Medalha Municipal de Mérito - Grau Ouro

- Ach Brito / Claus Porto 

- Albuquerque Mendes 

- Álvaro Mendonça e Moura 

- Associação de Jornalistas e Homens de Letras do Porto  

- Associação dos Comerciantes do Porto

- César Castro

- Henrik Clausen 

- D. Januário Torgal Ferreira

- Joaquim Augusto Ribeiro Sarmento 

- Joel Cleto  

- José Neves

- Mama Help

- Manuel Moreira de Sampaio Pimentel Leitão (a título póstumo)

- Manuel Silva Araújo  (a título póstumo)

- Patrício Soares da Silva 

- Rui Ochôa 

 

Medalha Municipal de Bons Serviços - Grau Prata

- Adelina Seabra Soares dos Santos Carvalho

- Eulália da Conceição Soares de Oliveira Miranda Pinto

- Maria Aurora Fernandes de Almeida Cruz