Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Câmara cria plataforma e aplicação móvel para o comércio tradicional de rua
26-10-2018

"Shop in Porto" é o nome de uma inovadora plataforma online a app móvel para promover o comércio tradicional da cidade, integrada na estratégia da Câmara do Porto para a promoção e aumento da atratividade deste setor. O lançamento e apresentação exclusiva aos comerciantes aconteceu esta quinta-feira.


Objetivo último da plataforma produzida pelo Município é "divulgar e dar mais visibilidade ao comércio de rua" e, por conseguinte, "potenciar as vendas", salientou Ricardo Valente, vereador do Pelouro da Economia, Turismo e Comércio da Câmara do Porto, durante a apresentação do "Shop in Porto", que decorreu na Reitoria da Universidade do Porto, perante cerca de uma centena de comerciantes, e também na presença de Rui Moreira.

Em primeira mão, foram dadas a conhecer todas as vertentes e funcionalidades da ferramenta, que "quer criar uma experiência de comércio dentro da cidade", propondo aos seus utilizadores uma infinidade de roteiros de compras. Outro dos aspetos a salientar é a imagem visual cuidada com que se apresentará. Os serviços da Câmara assegurarão a todos os comerciantes aderentes a produção fotográfica do seu espaços e dos seus produtos, considerando que cada estabelecimento terá direito a uma página com informação detalhada para melhor se poder promover.

Será uma autêntica "montra online", atesta Ricardo Valente. Adicionalmente, o "Shop in Porto" agregará todas as lojas de tradição da cidade, promoções diárias, eventos, entre outras informações. Terá igualmente disponível um sistema de classificação, sendo que as lojas melhor avaliadas ficarão em destaque no website.

Na aplicação (app) móvel estará disponível a funcionalidade da realidade aumentada. O utilizador que tenha dispositivos de última geração poderá apontar com a sua câmara numa determinada direção e, imediatamente, a aplicação fará o rastreio das lojas mais próximas, indicando, de igual modo, qual o tipo de produtos que vende.

"O 'Shop in Porto' corresponde àquilo que a cidade nos pediu. Que déssemos mais meios para que o comércio prosperasse", analisa o vereador, que também recordou o programa pioneiro da autarquia, Porto de Tradição, que protege as lojas históricas.

Ricardo Valente estima que a plataforma esteja funcional em março do próximo ano, quando tiver um número confortável de comerciantes inscritos", tendo definido como número mínimo as 1.000 inscrições. Estará também programada em formato bilíngue: português e inglês.

Na apresentação, o presidente da Câmara do Porto diz que a ideia é replicar na cidade "os caminhos que nos shoppings são tão simples", fazendo uso da tecnologia. "Como conseguimos agarrar as pessoas que querem comprar, como os entusiasmamos a procurar, como é que lhes identificamos os caminhos, como é que lhes propomos rotas, como despertamos neles o seu interesse?". A resposta está no "Shop in Porto".