Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Cabines telefónicas recuperadas até julho
28-06-2017

Até julho, as cabines telefónicas espalhadas pela cidade estarão recuperadas e em perfeitas condições de funcionamento.


A Câmara do Porto, em articulação com a respetiva operadora (MEO), nos últimos quatro anos tem procurado reduzir o número de cabines na cidade, dado terem caído em desuso por força do uso massivo do telemóvel. Em 2013 existiam 301 cabines telefónicas instaladas em espaço público, atualmente reduzidas a 134, ou seja, foram removidas 167 cabines durante este período de tempo.


A grande maioria encontrava-se degradada, vandalizada, sendo os respetivos equipamentos furtados em série para venda de peças e sucata. A redução foi feita paulatinamente, contudo, em 2016, persistia o vandalismo e o furto, tornando até muito difícil encontrar uma cabine telefónica que possuísse o respetivo equipamento intacto e estivesse operacional.


Durante o último trimestre do ano passado, a autarquia e a MEO decidiram levar a cabo uma estratégia que passava pela remoção definitiva de todas as cabines que constituíam obstáculos à mobilidade ou que não se enquadrassem esteticamente com o ambiente dos locais onde estavam instaladas. Em paralelo, apostou-se também na recuperação integral dos habitáculos de todos os equipamentos a manter, incluindo a reposição de dispositivos.


Das 134 cabines existentes em espaço público, faltam apenas recuperar 10, sendo expectável que até julho os trabalhos estejam finalizados, o que significa que, a curto prazo, todas as cabines estarão operacionais.


As cabines telefónicas constituem um serviço público universal previsto em Lei.