Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Biblioteca do Porto foi premiada
22-04-2015

A Biblioteca Municipal Almeida Garrett recebeu uma menção honrosa atribuída ao projeto "Histórias com Sentidos", no âmbito da 1ª edição do «Prémio Boas Práticas em Bibliotecas Públicas», instituído pela Direção Geral do Livro e das Bibliotecas. 


O prémio foi entregue este mês no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, pelo Secretário de Estado da Cultura, Jorge Barreto Xavier.


"Histórias com Sentidos", implementado pelo Pelouro da Cultura da Câmara Municipal do Porto, através das bibliotecas municipais, é um projeto-piloto inclusivo, construído de raiz e destinado a um público especial, crianças autistas. Estas são crianças com necessidades especiais, com especificidades inerentes à sua condição, para as quais não existem respostas culturais adaptadas, de forma generalizada, nem uma oferta específica por parte das bibliotecas públicas, quer ao nível de serviços, de atividades e projetos de promoção da leitura.


Este projeto tem como principal objetivo estimular a autonomia e a integração social destas crianças, ajudando-as a ultrapassar défices que apresentam ao nível das competências emocionais e sociais, com recurso à leitura e exploração de histórias infantis, promovendo simultaneamente junto das outras crianças, ditas normativas, uma maior aceitação da diferença.


Um conjunto de "ingredientes" essenciais compõe este projeto: uma metodologia desenhada em função das necessidades das crianças e dos objetivos que se pretendem alcançar; a leitura como pedra angular; princípios de inclusão social como condição sine qua non; o estabelecimento de parcerias importantes (Escola Superior de Educação Paula Frassinetti e a Elos - Centro de Educação e Terapias); o envolvimento e orientação das famílias; o estímulo à vivência da diferença por parte de crianças normativas e suas famílias.


A primeira experiência deste projeto durou um ano, foi executada com um grupo de crianças com PEA em contexto familiar, teve resultados muito positivos. Por tal, a autarquia do Porto encontra-se este ano letivo a fazer a experiência em contexto educativo, numa escola primária da cidade, com uma Unidade de Autismo.