Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Av. dos Aliados foi palco da festa de 22 mil mulheres no apoio a uma causa nobre
20-05-2019

O convívio e o apoio na luta contra o cancro da mama levaram 22 mil participantes à 14ª edição da EDP Corrida da Mulher, neste domingo. Apesar do cariz competitivo não ser o mais importante desta prova, um conjunto de atletas de elite marcou presença. Susana Godinho, em representação do Sporting Clube de Portugal, foi a grande vencedora.


Mais de 22 mil euros foram angariados para o IPO-Porto para serem aplicados na prevenção e ao tratamento do cancro da mama. O caráter solidário intrínseco à Corrida da Mulher continua a ser, de resto, motivo suficiente para a reunião de milhares de participantes, que encaram o percurso entre a Alameda das Antas e a Avenida dos Aliados como uma celebração à vida.

Foi, por isso, em clima de festa que toda a toda a prova se fez. Vestidas a preceito de cor-de-rosa, a correr ou a caminhar, mulheres de todas as idades chegaram à meta entre fadas voadoras, corações gigantes, grupos de concertinas, dançarinos, fadistas e uma banda brasileira.

A primeira a chegar foi Susana Godinho, em representação do Sporting CP, estreando-se a vencer a EDP Corrida da Mulher com o tempo 15m19s. Marisa Barros, do SC Salgueiros, com 15m24s, e Daniela Cunha, também do Sporting CP, com 15m27s, completaram o pódio desta edição, cujos troféus foram entregues por Catarina Araújo, vereadora do Pelouro da Juventude e Desporto da Câmara do Porto, Teresa Loreto, em representação da EDP, e Javier Munoz, em representação da Skechers.

A competição terminou com um concerto de Mickael Carreira na Avenida dos Aliados, bem recebido não só pelas 28 nacionalidades representadas na Corrida da Mulher, como ainda por mais público que se juntou à festa.