Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Autarquias de Porto e Gaia avaliam possibilidade de construção de nova ponte
19-12-2017
Caso avance a ideia da construção de uma nova ponte que una as cidades ribeirinhas de Porto e Vila Nova de Gaia, a localização mais provável será a montante da ponte Luís I, informou Rui Moreira na última sessão da Assembleia Municipal, que decorreu na segunda-feira à noite. 

Antes dessa possibilidade, como explicou o autarca, o "pensamento estratégico" comum partia do alargamento pedonal do tabuleiro inferior da ponte Luís I, à semelhança da obra concretizada no tabuleiro superior da mesma infraestrutura.

Contudo, as autoridades competentes do património levantaram "fortíssimas dúvidas" a esta pretensão, que "temos que entender", disse o presidente da Câmara do Porto, embora tenha admitido que seria "a solução mais simples, em termos do impacto que tem numa paisagem protegida".

Neste contexto, "há duas soluções alternativas", que envolvem a edificação de uma nova travessia, adiantou Rui Moreira. A primeira, a construção de uma ponte pedonal a jusante da zona da igreja de São Francisco, cria, na sua opinião, "variadíssimos problemas", devido ao tráfego das embarcações e ao forte impacto ambiental que provocaria. Adicionalmente, não estaria isenta de "problemas de encaixe na margem", não sendo aconselhado o seu enviesamento.
A segunda solução, a construção de uma ponte rodoviária a montante da ponte D. Luís, parece, para os autarcas do Porto e de Gaia, a mais razoável, explicou Rui Moreira. Assim, de acordo com o que tem vindo a ser equacionado, "talvez essa nova ponte seja só rodoviária e o tabuleiro inferior da ponte Luís I fique unicamente para peões e ciclovia", concluiu.