Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Atribuídas mais 7 bolsas para incentivar alunas a estudar na universidade
19-10-2018
A Câmara e várias instituições de ensino superior do Porto deram mais um passo na promoção do potencial dos jovens e da manutenção da população jovem qualificada na cidade, atribuindo sete bolsas de estudos a outras tantas estudantes do ensino secundário.

A atribuição das bolsas foi formalizada pelo presidente da autarquia, Rui Moreira, e pelos representantes das instituições de Ensino Superior, numa cerimónia realizada ao final da tarde de ontem, nos Paços do Concelho, que contou com o contributo musical de Gonçalo Silva, aluno do Conservatório de Música do Porto. Procedeu-se então à entrega de certificado simbólico da Bolsa de Estudo às seguintes alunas:

Ana Catarina T. Rego (AE Filipa de Vilhena) - Bolsa Escola Superior de Saúde Santa Maria
Andreia Filipa Pinto da Silva (AE Cerco do Porto) - Bolsa U. Lusófona do Porto
Beatriz Alexandra Sousa Santos (AE Clara de Resende) - Bolsa U. Lusófona do Porto
Debora Inês Moreira Vieira de Sousa (AE Cerco do Porto) - Bolsa do Instituto Superior de Serviço Social do Porto
Renata Sofia S. Azevedo (AE Carolina Michaelis) - Bolsa U. Portucalense
Rita Silva Silveira (AE António Nobre) - Bolsa U. Portucalense
Tatiana M. dos Santos Borges (AE António Nobre) - U. Portucalense

Promover a igualdade de oportunidades no acesso ao ensino superior, bem como alargar e reforçar formas diversificadas de apoio aos estudantes cujo contexto atual e situação do agregado familiar inviabilizam a continuidade da sua formação, são os grandes propósitos do projeto Bolsas de Estudo para o Ensino Superior. A medida é promovida pela Câmara do Porto em parceria com a Universidade Lusíada do Porto, a Universidade Lusófona do Porto, a Universidade Portucalense Infante D. Henrique, a Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti, o Instituto Superior de Serviço Social do Porto e a Escola Superior de Saúde de Santa Maria.

Estas bolsas destinam-se a alunos das escolas públicas do Porto, que sejam beneficiários de Ação Social Escolar e preencham os requisitos de ingresso no ensino superior, e a maiores de 23 anos residentes na cidade do Porto e em situação socioeconómica equiparada à dos alunos beneficiários de Ação Social Escolar, sendo o mérito académico o principal critério de seriação.

Com este projeto, que integra o programa educativo Porto de Conhecimento, a autarquia procura ainda promover a igualdade de oportunidades dos alunos no acesso ao ensino superior que, sem esta iniciativa, não poderiam traçar como objetivo de vida a obtenção de uma licenciatura. Ao mesmo tempo, fomenta a fixação/manutenção da população jovem qualificada na cidade, bem como promove e estimula a educação/formação ao longo da vida da população residente.

Todos esses são objetivos tão mais importantes quanto, tendo em conta a evolução sociodemográfica da cidade do Porto, é necessário criar estímulos para aumentar a atratividade de jovens e fomentar a educação ao longo da vida, contribuindo assim para as metas definidas na Estratégia 2020.