Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Ator Danny Glover está na cidade para participar esta noite no Fórum do Futuro
05-11-2019
Danny Glover, ator, produtor e ativista humanitário, com uma carreira de mais de 30 anos, está pela primeira vez no Porto para participar no Fórum do Futuro 2019, cujo tema é "Travessias", uma edição que promove o debate dos tempos antigos e das civilizações em relação ao tempo presente.

O ator norte-americano estará em palco, mais logo, no Rivoli, para falar sobre o ativismo sindical, nomeadamente a escravatura, as reparações e a justiça. A sessão, com início às 21 horas, tem moderação de John Akomfrah, artista, escritor, diretor, argumentista, teórico e curador britânico de origem ganense.

Entretanto, o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, promoveu hoje um almoço na sua residência oficial - Casa do Roseiral - com Danny Glover, no qual estiveram presentes também John Akomfrah e alguns outros participantes / organizadores do Fórum do Futuro.

O conhecido ator é um membro ativo do Conselho do Fórum TransAfrica e é conhecido por ministrar palestras inspiradoras sobre justiça social, diversidade, ativismo e cidadania global, em todo o mundo. Na sessão desta noite, vai conversar sobre "Escravatura, Justiça, Reparações: a História por fechar", como que evocando William Faulkner: "O passado nunca está morto. Não é sequer passado".

Para Danny Glover, que discursou recentemente no Congresso norte-americano, é um "imperativo moral, democrático e económico" instituir compensações após séculos de escravatura. Estrela de filmes como "Lethal Weapon / Arma Mortífera" e "Color Purple", foi Embaixador da Boa Vontade do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, com foco em questões de pobreza, doenças e desenvolvimento económico em África, na América Latina e nas Caraíbas. Atualmente, é embaixador da UNICEF e muito respeitado pelas suas ações filantrópicas e pelo seu ativismo, questões que aprofundará na conversa desta noite com John Akomfrah e que andará também em torno de justiça social, diversidade ou cidadania global.

Os eventos do Fórum do Futuro, em grande parte com interpretação simultânea, são de entrada livre, mediante levantamento prévio de bilhete, até ao máximo de dois por pessoa e por sessão.