Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Atividades ao ar livre, propostas culturais e passeios pelo Norte nas sugestões de fim de semana
11-07-2020
Atividades gratuitas de treino ao ar livre, passeios pelas zonas pedonais da cidade, campeonatos de ténis, exposições, concertos de jazz a céu aberto e visitas pela Região Norte do país, são algumas das sugestões para um fim de semana em que os termómetros vão subir.
 
Para este fim de semana, o "Porto." apresenta um conjunto de propostas ao ar livre, para desfrutar do bom tempo que se faz sentir.
 
As sugestões começam logo pela manhã de sábado, com o regresso dos programas municipais Dias com Energia e Domingos em Forma.
 
À semelhança das semanas anteriores, as duas iniciativas de atividades gratuitas de treino ao ar livre têm preparadas várias atividades para sábado e domingo de manhã.
 
Aulas de pilates, ioga, tai chi, método de Rose e programas de caminhada e exercício físico fazem parte das várias propostas oferecidas pelo Município, realizadas em quatro espaços da cidade: Jardins do Palácio de Cristal, Parque da Cidade do Porto, Parque Oriental e Parque da Pasteleira. Só carecem de inscrição prévia.
 
Também as aulas gratuitas de skate estão de regresso ao Parque Desportivo de Ramalde, entre as 10 e as 12 horas de sábado e domingo, e ainda há vagas disponíveis.
 
Se preferir um serão de lazer em família, também o Clube de Minigolfe da cidade já se encontra de portas abertas e é uma ótima sugestão para, fora de casa, estar num espaço adaptado para garantir momentos de diversão em segurança.
 
Se é adepto da modalidade, saiba que, a partir de domingo, se realiza o Campeonato Nacional Absoluto de Ténis, nos renovados courts do Complexo Desportivo do Monte Aventino.
 
Se optar por uma caminhada pelo centro da cidade, aproveite que as condições estão criadas para usufruir das zonas pedonais temporárias, agora em 13 artérias.
 
Iniciado no passado mês de junho, o projeto permite passear livremente por 13 arruamentos da Baixa e Centro Histórico, que ficam condicionados ao trânsito, entre as 8 horas de sábado e as 20 horas de domingo, convidando a desfrutar do espaço público.
 
Como o tempo se encontra propício a mergulhos, o "Porto." sugere ainda uma ida às praias da cidade para desfrutar do calor.
 
Com a Bandeira Azul hasteada em todas as praias do Porto, desde o passado fim de semana, a orla marítima da cidade está, mais do que nunca, convidativa a banhos e permite aos veraneantes desfrutar de condições de excelência, cumprindo com todos os requisitos de higiene e segurança recomendados pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e pela Direção Geral da Saúde (DGS).
 
E como se as atividades ao ar livre não bastassem, há ainda várias opções culturais na cidade para usufruir.
 
Quase na reta final, aproveite a entrada gratuita até domingo, entre as 10 e as 18 horas, para visitar, no Palácio das Artes, a exposição coletiva "Anuário 19".
 
Reunindo perspetivas de diversos curadores sobre a arte produzida na cidade durante o ano passado, a mostra é comissariada por Guilherme Blanc e João Ribas e conta com a curadoria de Catarina Miranda, Eduarda Neves, Filipe Marques, Samuel Silva e Simão Bolívar.
 
No domingo, a Porta-Jazz brinda com o regresso da sua prática semanal de concertos, desta vez ao ar livre.
 
Com um novo palco batizado de Quintal Porta-Jazz, a associação de músicos do Porto realiza amanhã, pelas 19 horas, um concerto do projeto "Aparición", do trio composto pelo guitarrista Nuno Trocado, o contrabaixista Sérgio Tavares e o baterista espanhol Rodrigo Constanzo.
 
Para terminar as sugestões de um fim de semana em grande, convida-se ainda o leitor a explorar uma das quatro sub-regiões do Norte de Portugal: Porto, Minho, Douro ou Trás-os Montes. A bordo da campanha conjunta "O Norte lá em cima", promovida pela Associação de Turismo do Porto (ATP) e pelo Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP), são várias as propostas que lançam o desafio de (re)descobrir o vasto território da zona norte do país, que conta já com mais de 5.000 selos "Clean & Safe", em empreendimentos turísticos e de restauração.