Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Associação de Turismo do Porto revê estatutos por proposta de Rui Moreira
27-07-2017

A Associação de Turismo do Porto (ATP) aprovou esta tarde, em Assembleia Geral Extraordinária, uma revisão estatutária que permite flexibilizar as opções de escolha dos membros candidatos à Direção. Entre duas propostas levadas a votação, prevaleceu a apresentada por Rui Moreira, enquanto presidente da Direção da ATP, que quis deste modo garantir uma maior representatividade regional na ATP e o reforço do seu poder institucional.

 

Realizada na Reitoria da Universidade do Porto, a reunião teve como ponto único a revisão do artigo 21.º relativo à composição da Direção da Associação. Rui Moreira deixou claro que o apoio da Câmara do Porto à atividade da ATP, em particular a manutenção do contrato de prestação de serviços que tem com esta entidade, dependeria da alteração proposta e, por ela, a possibilidade de ser a presidência da Direção, assumida pela autarquia portuense, a poder escolher os elementos com assento neste órgão.

 

Como explicou o autarca ao elevado número de associados presentes na Assembleia, a alteração por si preconizada sustenta a necessidade de se fortalecer a voz institucional da ATP, chamando ao seu órgão diretivo outras entidades, designadamente municípios, da região.

 

No seguimento dos trabalhos, Lino Ferreira, presidente da mesa da Assembleia Geral, submeteu as propostas a sufrágio aos associados da ATP presentes. Os resultados foram expressivos: a proposta apresentada pelo autarca do Porto obteve um número de votos superior aos 3/4 necessários do número total de votos dos presentes, pelo que foi aprovada, inviabilizando a segunda proposta, apresentada pela APHORT.

 

Desta forma, o Município do Porto irá continuar a presidir à ATP, entidade responsável pela promoção externa do destino, e a apoiar este projeto de maior importância para o turismo do Porto e da região Norte de Portugal, apresentando-se no início de setembro a sufrágio com uma lista para o triénio 2017/2019.