Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Apresentação pública da candidatura "Valorização do Património Religioso do Centro Histórico do Porto"
30-11-2016
A candidatura "Valorização do Património Religioso do Centro Histórico do Porto", com a Coordenação do Padre Agostinho Cesário Jardim Moreira, e já aprovada, será publicamente apresentada amanhã, dia 1 de Dezembro, pelas 11 horas, no Auditório da Casa do Infante, em sessão solene presidida pelo Sr. Bispo do Porto D. António Francisco dos Santos e pelo Sr. Presidente da Câmara do Porto, Dr. Rui Moreira.


Esta candidatura conta com dois parceiros institucionais, a Câmara do Porto e a Direção Regional da Cultura do Norte, bem como com um conjunto de parceiros que colaborarão em rede nesta iniciativa e que estarão representados nesta sessão solene, nomeadamente, a Santa Casa da Misericórdia do Porto, a Associação Comercial do Porto, a Fundação Millennium BCP, a Fundação Montepio, a Irmandade dos Clérigos, a Universidade Portucalense, a Porto Vivo (SRU).


Duas vertentes de apoio institucional estão configurados nesta candidatura, a saber, uma parte material de valorização, recuperação e conservação das igrejas, com o objetivo de dar a conhecer este valioso património aos portuenses e a todos os que o visitam, através de roteiros turísticos, contribuindo para a valorização do centro histórico do Porto, património mundial da UNESCO. A outra vertente, de carácter imaterial, pretende valorizar tradições culturais do Porto e que assinalam festividades religiosas, valorizando de igual forma a oferta cultural da cidade.


De referir que, no âmbito da conservação, reabilitação e valorização do Património Religioso do Centro Histórico do Porto, situado no núcleo urbano original da cidade do Porto, classificado como Património Mundial da Humanidade pela Unesco, as ações candidatadas dizem respeito à valorização das Igrejas do Seminário Maior, de Santo Ildefonso, de S. José das Taipas, de S. João Novo, de S. Nicolau e à Capela da Senhora do Ó. 


 A par da reabilitação do edificado, foi contemplada a instalação de um Centro Interpretativo do património religioso do Centro-Histórico do Porto - material e imaterial - na antiga residência do Reitor da Igreja de S. João Novo, espaço que se encontra devoluto. O Centro Interpretativo será um espaço de divulgação deste "Património em Rede", inserido no Turismo Cultural da Cidade, das Regiões e do Mundo, permitindo ao visitante ter uma perceção das opções de roteiros turísticos enquadrados no "Património Religioso do Centro Histórico do Porto em Rede". 
O conceito de "Património em Rede" surge na perspetiva de projeto aberto e dinâmico que almeja contribuir para a preservação e anunciação do Património sem fronteiras físicas, potenciando a oportunidade do Património Religioso do Centro-Histórico do Porto ser visto e apreciado por um maior número de pessoas, portuguesas e estrangeiras. 


O NORTE 2020 é o instrumento financeiro de apoio ao desenvolvimento regional do Norte de Portugal, gerido pela CCDR-N, que aplicará durante os próximos anos 3,4 mil milhões de Euros de verbas comunitárias.
Todas as forças políticas representadas na Câmara Municipal do Porto e na Assembleia Municipal do Porto foram convidadas a estarem presentes nesta cerimónia de apresentação pública, bem como outras Entidades da cidade e da região.