Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Apoio municipal pode chegar até 30 eco-escolas
10-04-2019

O Município do Porto garante até um máximo de 30 escolas do concelho a inscrição no Programa Eco-Escolas, desenvolvido pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE). Educar e encorajar para a sustentabilidade ambiental constituem o motor da iniciativa.


O projeto é desenvolvido desde 1996 em solo nacional, incentivado pelo programa internacional da Foundation for Environmental Education (FEE), sediada na Dinamarca.

Mas para se tornar robusto, o Eco-Escolas, que recebe o apoio de pessoas e instituições ligadas à Comissão Nacional do programa, "conta ainda com a parceria de vários municípios e apoios específicos de mecenas para algumas das suas atividades", explicita a proposta do vice-presidente da Câmara do Porto, Filipe Araújo, que foi votada por unanimidade na reunião de Câmara desta semana.

Para fazer parte desta rede, a escola "deve manifestar a vontade de melhorar o seu desempenho ambiental, envolvendo os alunos nos processos de decisão e implementação do programa".

O apoio financeiro municipal, no valor máximo de 2.100 euros, será canalizado para as inscrições até ao limite de 30 estabelecimentos de ensino. Verba essa que se destina a custear parte do trabalho e materiais inerentes ao funcionamento, gestão e atividades do Eco-Escolas, como atendimento, formação, bandeiras, certificados, materiais ou ações no terreno.

O Programa Eco-Escolas está atualmente presente em 67 países do mundo e já chegou a 51.000 escolas.