Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Alterações climáticas no Porto
03-12-2015

A Câmara do Porto promoveu um debate em torno da estratégia local de adaptação às alterações climáticas, que decorreu ontem, no Palácio da Bolsa. Neste fórum de apresentação e debate de opções de adaptação às alterações climáticas, cuja abertura foi efetuada por Filipe Araújo, vereador do Ambiente e Inovação, estiveram reunidas diversas entidades públicas e privadas, com moderação a cargo do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, através de João Ferrão e Luísa Schmidt.

 

A iniciativa, que decorre no âmbito do Projeto ClimAdaPT.Local, visa o desenvolvimento de uma estratégia para o diagnóstico das principais vulnerabilidades climáticas do município. Associado a este objetivo, soma-se a vantagem de projetar medidas que permitam organizar a cidade para absorver as perturbações associadas aos eventos extremos e retroagir de forma programática para reduzir a exposição e a vulnerabilidade dos cidadãos aos efeitos destas.

 

Filipe Araújo salientou a importância da discussão destas temáticas, num momento em que ocorre a COP21 - conferência mundial sobre as alterações climáticas - em Paris. O vereador destacou a necessidade de auscultar a sociedade civil, essencial para uma tomada de decisão fundamentada para o desenvolvimento de um conjunto de medidas que têm de ser tomadas para prevenir o futuro das gerações vindouras, assim como, preparar um plano estratégico para eventuais vulnerabilidades que possam, fruto das alterações climáticas, vir a afetar a cidade.

 

O Porto é parceiro do projeto ClimAdaPT.Local desde janeiro 2015, que assenta sob a coordenação da Fundação da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e é financiado pelo Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu (MFEEE/EEA-Grants) e pelo Fundo Português de Carbono.