Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Agustina Bessa-Luís morreu nesta segunda-feira
03-06-2019
A escritora Agustina Bessa-Luís morreu, nesta segunda-feira, aos 96 anos, no Porto. Foi a homenageada da Feira do Livro do Porto, em 2015.

Maria Agustina Ferreira Teixeira Bessa nasceu a 15 de outubro de 1922, em Amarante. Teve uma original e fértil obra, contando com mais de meia centena de títulos, entre romances, novelas, peças de teatro, guiões de cinema, biografias, ensaios e livros infantis.

Como um dos nomes maiores da literatura portuguesa contemporânea, foi homenageada pela Câmara do Porto na Feira do Livro, em 2015, onde viu o seu nome ser atribuído a uma tília localizada nos jardins do Palácio.

Da obra de Agustina ficam os traços do Porto e do Douro, a irreverência, a rebeldia, a paixão, a pluralidade e plenitude da sua sensibilidade, o dom natural da sua escrita, aqui e ali salpicada por exercícios de subtil humor.

"O Porto não é um lugar. É um sentimento" corresponde a uma das suas eternizadas reflexões, por tantas vezes repetida e comentada em inúmeras ocasiões, como no ciclo dedicado à autora amarantina, que decorre na Biblioteca Pública Municipal do Porto (BPMP) desde o início do ano.

Coorganizado com o Círculo Literário Agustina Bessa-Luís, a última sessão-concerto da iniciativa acontece no próximo dia 14 de junho, às 19 horas, e versa a obra de "Florbela Espanca" sob a perspetiva da escritora.

Paralelamente, está ainda patente até ao final de junho, nos claustros da Biblioteca Pública Municipal, a exposição "Agustina Bessa-Luís: vida e obra". A entrada é livre.

(em atualização)