Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Água pode ser mais barata? Se o Estado central deixar
13-10-2015

Os Municípios da Frente Atlântica do Porto (Matosinhos, Porto e Vila Nova de Gaia) querem sair do sistema de Águas do Norte, que o Estado central criou à força. Hoje, apresentaram no Porto um estudo que demonstra que é possível investir num sistema alternativo de captação e tratamento de água, para ser distribuída nos três municípios e ainda manter um preço inferior ao proposto pelo Estado, quando decidiu unilateralmente a extinção da Águas de Douro e Paiva, onde se abasteciam.


O estudo, encomendado à Engidro, demonstra que o preço pago até agora era "o preço justo" e que é possível mantê-lo ou até baixá-lo, caso o Estado central permita a estes três municípios assumirem competências nesta matéria.


A Câmara do Porto e as restantes autarquias que compõem a Águas do Douro e Paiva opuseram-se à fusão da empresa com outros sistemas do Norte e ainda esgrimem em tribunal essa questão. Contudo, segundo anunciaram hoje os três municípios da Frente Atlântica do Porto há alternativas e os autarcas de Matosinhos, Porto e Vila Nova de Gaia tudo farão para evitar que o preço da água ao consumidor sofra os aumentos que estão previstos, caso se mantenham clientes forçados da Águas do Norte.


O estudo agora apresentado contempla a captação na Albufeira de Crestuma, uma nova Estação de Tratamento de Águas e a aquisição à Águas do Norte das condutas que atualmente abastecem os três concelhos, num investimento de cerca de 101 milhões de euros.


Segundo os técnicos, este novo sistema permitiria vender a água aos municípios mais barata do que o proposto pelo Estado Central, mesmo que os investimentos não fossem comparticipados por fundos comunitários. Mas, caso o fossem, os preços poderiam mesmo ser inferiores aos atualmente praticados, o que poderia levar à baixa das tarifas aos consumidores destes três concelhos.