Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Abertas candidaturas para o segundo curso de reflexão em arte contemporânea dos Colectivos Pláka
27-08-2019

O segundo curso de reflexão em arte contemporânea Colectivos Pláka vai decorrer entre 28 de setembro e 4 de outubro e tem candidaturas abertas a partir desta terça-feira, 26 de agosto.


Intitulado "Práticas pós-nostálgicas/Post-nostalgic knowings", o curso pretende explorar as possibilidades que a investigação e a intervenção curatorial e artística oferecem na preservação e integração de histórias coletivas em desaparecimento, seja numa relação com memórias do passado ou seja na redefinição de novas narrativas contemporâneas, focando-se em diferentes lugares e contextos europeus.

O curso tem a orientação de Inês Moreira - arquiteta, curadora e investigadora, cujo trabalho curatorial e de investigação se dedica a edifícios abandonados, espaços pós-industriais e outros territórios artificiais - e de Aneta Szylak - curadora, teórica da arte, escritora e responsável pela criação do NOMUS - Novo Museu da Arte, um ramo do Museu Nacional em Gdansk, Polónia.

Focando-se na encosta do Freixo, um local da cidade do Porto que simultaneamente possui uma rica história industrial e um elevado interesse imobiliário, tanto sobre o edificado como sobre o seu solo, o programa irá incluir conferências, caminhadas e workshops, entre outras atividades, procurando trabalhar sobre as problemáticas do local.

O curso dos Colectivos Pláka irá apresentar diversas abordagens e práticas contemporâneas com convidados que têm desenvolvido o seu trabalho em diferentes contextos europeus: Anton Kats, artista e músico de Kherson, na Ucrânia; Elena Lacruz, arquiteta e investigadora baseada em Las Palmas de Gran Canaria; Jonas Zukauskas, arquiteto que vive e trabalha em Vilnius, Lituânia; Jorge Ricardo Pinto, geógrafo, docente universitário no ISCET e professor convidado na UTAD e na FLUP; e Solvita Krese, curadora e diretora do Latvian Center for Contemporary Arts, na Letónia, desde 2000.

"Práticas pós-nostálgicas/Post-nostalgic knowings" é limitado a 30 participantes e a inscrição tem o valor de 50 euros por pessoa. As inscrições estão abertas até ao dia 18 de setembro e devem ser efetuadas através do website Pláka (www.plaka.porto.pt).

O terceiro e último curso dos Colectivos Pláka de 2019, "Love and Garbage", decorrerá entre 5 e 8 de dezembro e será conduzido pelo coletivo multidisciplinar londrino Assemble, vencedor do Turner Prize 2015.

O programa completo de "Práticas pós-nostálgicas/Post-nostalgic knowings" pode ser consultado AQUI