Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

A Felicidade em Júlio Pomar
02-12-2015

Inaugura este sábado, a 5 de dezembro, na Galeria Municipal do Porto (Jardins do Palácio de Cristal), "A Felicidade em Júlio Pomar / Obras das Coleções Millennium bcp /Atelier-Museu Júlio Pomar", com curadoria de Sara Antónia Matos e Pedro Faro, a última exposição que a galeria apresenta este ano.


Nesta mostra apresentam-se, em quatro núcleos, os motivos que atravessam o universo imagético do pintor: os mitos e as figuras alegóricas; a articulação entre os corpos e o seu erotismo; o movimento e a presença constante de animais, em particular de cavalos; e um conjunto especial que se reporta direta e indiretamente aos posicionamentos políticos e as lutas travadas por este artista ao longo da sua carreira, incluindo o episódio que envolve o Cinema Batalha.


Além deste conjunto, excecional pela simbologia histórica, a Galeria Municipal apresentará também algumas das pinturas mais icónicas de Pomar, entre as quais se encontram a imagem, não convencional, de Santo António a Pregar aos Peixes, Tigre, Gaivotas, e uma das extraordinárias apreensões que fez das vivências na Amazónia, na década de 1980, Les Txicão, bem como quatro desenhos do mesmo tema, feitos in loco, pelo artista.


Por fim, dispõe-se um conjunto de obras que permitem atestar o movimento como elemento estruturante da obra de Pomar. Os cavalos, as corridas, as entradas de touros e campinos, mas também a "Ponte Dom Luís", no Porto, são motivo para a exploração do movimento, aspeto que não mais abandonaria, porque com ele nasceu a obra do pintor.


"Quando fui para as Belas Artes do Porto, calhou-me viver na Praça da Alegria. Voltando a Lisboa, anos depois, sem que isso fosse escolha minha, trabalhei num ateliê que teria sido propriedade de Simão da Veiga e que este havia emprestado a José Malhoa, também localizado na Praça da Alegria, em Lisboa. Este espaço, deixo-o para habitar e fazer atelier num 4º andar na Rua da Alegria. A minha irmã mais velha chamava-se Felicidade tal como uma tia minha que havia acolhido a família durante a minha infância. Tudo isso é fado?", Júlio Pomar, Lisboa, 11 de novembro de 2015

 

+Info: 


"A Felicidade em Júlio Pomar"

Obras das Coleções Millennium bcp / Atelier-Museu Júlio Pomar

Curadores: Sara Antónia Matos / Pedro Faro

De 5 de dezembro de 2015 a 21 de fevereiro de 2016

Inauguração: 5 de dezembro - 16 horas

Galeria Municipal do Porto

Rua D. Manuel II (Jardins do Palácio de Cristal)

 

Horário:

Terça-feira a sábado: 10-18 horas

Segunda-feira e domingo: 14-18 horas

Entrada livre

Visitas guiadas - sábados - 16 horas.

Mecenas da Galeria Municipal do Porto: Fundação EDP