Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

78 mil pessoas estiveram no Primavera Sound que em 2016 será de 9 a 11 de junho
07-06-2015

A edição 2015 do NOS Primavera Sound bateu todos os recordes de assistência, ao receber mais de 78 mil espetadores. A organização, patrocinadores e Câmara do Porto trabalham já na edição do próximo ano, que se realizará de 9 a 11 de junho. Note-se que cerca de 50% dos bilhetes foram vendidos a estrangeiros, o que faz do festival portuense o mais internacional do país e também o que provoca maior retorno para a cidade. Segundo o estudo de mercado divulgado este ano pela organização, em 2014 o impacto direto na cidade do Porto cifrou-se em 18 milhões de euros, número que deverá ter sido largamente superado este ano.


Para João Barreiros, da organização, "a marca Primavera Sound e o carácter único do festival no Porto fazem com que haja muita gente disposta a atravessar o planeta para vir ao Porto. Por isso, queremos manter-nos aqui e continuar a melhorar a organização".


Também Rui Moreira, presidente da Câmara do Porto, que não perdeu alguns dos melhores espetáculos, se identifica com o festival. "A marca Porto e Primavera Sound encaixam muito bem uma na outra. Temos a mesma forma de estar e pensar e, por isso, este é um festival diferente e que queremos manter. Não queremos o maior festival, queremos um festival que nos orgulhe por ser diferente e por transmitir coisas boas. Desde logo o cenário a forma como trata do parque e o respeita e a forma como se liga à cidade", afirmou no final o autarca que, em 2014, pela primeira vez, levou o Primavera Sound também ao centro da cidade num pré-concerto gratuito que então decorreu no Passeio das Virtudes e, este ano, rumou às Fontainhas.


No Parque da Cidade, os concertos dos Ride, de Damien Rice e de Patti Smith foram alguns dos pontos altos de um fim de semana que levou mais de 550 artistas aos palcos, em 50 espetáculos diferentes, distribuídos pelos quatro palcos.


Mas o NOS Primavera Sound não é apenas o que se passa em cima do palco. A área destinada às crianças, à gastronomia portuense e à diversão são também uma marca do festival que regressará daqui a um ano.