Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

36 Horas para descobrir o Porto
29-01-2016

O jornal norte-americano "The New York Times" publicou, esta sexta-feira, um artigo assinado pela escritora de viagens Nell McShane Wulfhart, intitulado "36 horas no Porto" que começam de comboio, destacando a Estação de São Bento e os seus famosos azulejos.


O jornal enaltece o património da cidade, que entre uma arquitetura tradicional e moderna, impressiona com os seus edifícios históricos, num ambiente descontraído onde não se pode deixar de provar o famoso vinho do Porto.


O centro da cidade é mencionado como estando repleto de ruas tradicionais, em paralelepípedos e varandas enfeitadas com vasos de flores. Uma cidade que se "alimenta" do amor, da arte, da moda e de uma gastronomia muito própria, típica, mas também confecionada por conceituados chefes de cozinha.


Nos "pontos emblemáticos" entra a Sé do Porto (que Nell McShane diz ser perfeita para brilhar no Instagram), a Torre dos Clérigos e o Centro Português de Fotografia (antiga Cadeia da Relação), com a sua coleção permanente de máquinas e material fotográfico. Passagem obrigatória pela Ponte D. Luís I e, do outro lado, aproveitar a melhor vista da Ribeira do Porto.


"Comprar local" é uma das indicações, com o artigo a dar destaque às lojas modernas com um "toque retro" e que homenageiam a tradição portuguesa. "Souvenirs que vai ter orgulho de exibir em casa", diz a autora.

A noite do Porto é também referenciada com destaque para os bares mais "descontraídos".


Os três dias de viagem são descritos pela escritora como "esplendorosos", numa cidade "charmosa" que, entre uma arquitetura tradicional e moderna, tem muito para oferecer.


Leia aqui o artigo original.