Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

20 anos do Prémio Nobel assinalados com o último caderno de Saramago
31-10-2018
O 20.º aniversário da atribuição do Prémio Nobel da Literatura a José Saramago foi assinalado na Biblioteca Municipal Almeida Garrett com uma sessão que incluiu a apresentação de um inédito do próprio autor e de mais duas obras de Anabela Mota Ribeiro e de Ricardo Viel relacionadas com Saramago.

Na sessão, promovida pela Câmara do Porto com a Fundação José Saramago, a Porto Editora e a Temas e Debates, anteontem à noite, falou-se do inédito "Último Caderno de Lanzarote", o sexto e último volume que ainda faltava publicar e que estava esquecido no disco rígido do computador do escritor, mas que a Porto Editora está agora a dar à estampa.

A conversa incluiu o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, a presidente da Fundação José Saramago e viúva do autor, Pilar del Río, o músico Pedro Abrunhosa e também o jornalista e escritor brasileiro radicado em Espanha Ricardo Viel, que está a lançar "Um País Levantado em Alegria", também pela Porto Editora, onde faz um relato dos bastidores dos momentos que antecederam e sucederam ao anúncio do Prémio Nobel, a 8 de outubro de 1998.

O evento contou ainda com a participação de Anabela Mota Ribeiro, que lança dentro de dias "Por Saramago" através da Temas e Debates. Trata-se de uma obra que inclui entrevistas a Saramago e Pilar del Río e textos sobre a casa de Lanzarote e uma viagem ao México com Saramago. O livro tem cerca de 65 fotografias originais de Estelle Valente, que percorrem alguns dos caminhos do escritor, em Lanzarote e em Lisboa; e um posfácio de Fernando Gómez Aguilera sobre este último fulgor de Saramago.