Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

1.800 atletas mostraram que correr ou andar na marginal é um espetáculo
08-07-2019
A Corrida Portucale regressou à zona ribeirinha para um espetáculo que teve Fábio Oliveira como 1.º classificado absoluto e Alberto Batista como melhor em cadeira de rodas, mas em que se destacou Marisa Barros ao somar a sua 4.ª vitória na vertente feminina da prova.

Com a antiga atleta Rosa Mota a assistir e apadrinhar, as zonas ribeirinhas do Porto e de Vila Nova de Gaia foram o cenário da 5.ª edição da Corrida Portucale, prova organizada pelo Centro de Atletismo do Porto com o apoio das respetivas autarquias, que juntou cerca de 1.800 atletas na manhã de domingo.

Na corrida principal, com uma distância de 10 quilómetros, Fábio Oliveira (ACD S. João da Serra) foi o vencedor destacado, cumprindo o percurso em 31m25s. João Almeida, da Escola de Atletismo de Coimbra, foi segundo classificado com o tempo de 33m15s, enquanto Vítor Barbosa, do Grupo Dramático e Recreativo da Retorta, se classificou em terceiro com 33m23s e Luís Pereira, da Casa dos Trabalhadores da Águas do Porto, averbou a quarta posição com 33m39s.

No setor feminino, Marisa Barros ficou em 19.º lugar da geral, mas voltou a fazer história ao conquistar o quarto triunfo no setor feminino em cinco edições desta prova. A Atleta do Sport Comércio e Salgueiros cumpriu os 10 km em 36m32s, seguida da polaca Justine Woojcyk, agora a representar o ACD S. João da Serra, cronometrada em 39m47s. Tânia Fernandes, do Leixões S.C., ocupou o terceiro lugar do pódio da corrida feminina com o tempo final de 42m37s e a quarta classificada foi Julia Valencia, do Valencia, com 43m35s.

Na vertente de desporto adaptado em cadeira de rodas, Alberto Batista conquistou uma vitória com grande folga devido aos seus 23m38s, seguindo-se Fernando Mendonça (41m34s), Sérgio Gomes (41m58s) e Nélson Sampaio (43m51s).

Além dos 10 quilómetros da corrida principal, o evento contou ainda com uma caminhada / minicorrida de 5 km e com uma corrida infantil sem classificações, com cerca de 500 metros, destinada a crianças dos seis aos 10 anos.

Os recursos angariados pela organização com a prova destinam-se a apoiar a Escola de Atletismo do CAP, que funciona no renovado Parque Desportivo de Ramalde.