Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Vivian Caccuri, Lafawndah e Christina Sharpe estão hoje no Fórum do Futuro
06-11-2019
Uma performance da artista Vivian Caccuri, uma palestra pela escritora Christina Sharpe e um concerto da cantora Lafawndah são as propostas de hoje do Fórum do Futuro, que trazem à tona temas diversos que vão do mosquito da febre amarela a Bolsonaro e da diáspora ao conceito de negritude, passando pelas categorizações de geografia ou género.

O Fórum, que nos três primeiros dias encheu por várias vezes as salas do Rivoli, o Palácio dos Correios e a Galeria Municipal do Porto com os convidados de múltiplas disciplinas e diferentes geografias culturais, apresenta nesta tarde mais duas propostas no Rivoli e termina o dia na Casa da Música.

Às 17 horas, na Caixa de Palco do Grande Auditório do Rivoli, a artista Vivian Caccuri apresenta "A Mão da Febre", uma palestra-performance que tem como base o regresso à América do Sul da febre-amarela, doença profundamente ligada às plantações de açúcar. A sessão tem moderação de Rita Castro Neves, artista visual, curadora e docente na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto.

Também na Caixa de Palco, mas às 19 horas, a escritora Christina Sharpe apresenta "In the Wake: On Blackness and Being", em que falará sobre o seu livro de título homónimo. Moderada pela socióloga e investigadora do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia Cristina Roldão, a conversa vai decorrer à volta das representações artísticas, visuais e quotidianas do "ser negro" e sobre o "clima" que persegue a vida negra contemporânea na diáspora, segundo Christina Sharpe.

O quarto dia do Fórum do Futuro termina com um concerto na Casa da Música, pela cantora Lafawndah, que é conhecida pela sua música de dança ritual, com influências como Nina Simone, Grace Jones, Missy Elliott ou Kate Bush, e pela forma futurística como aborda a pop e a eletrónica. Em concerto pela primeira vez no Porto e acompanhada de vários músicos, entre os quais a harpista Angélica Salvi, Lafawndah apresenta o seu primeiro algum, "Ancestor Boy", às 22 horas.

O Fórum do Futuro está a decorrer até 9 de novembro, entre o Rivoli, a Casa da Música, Serralves e o Cinema Trindade, e todas as sessões são de entrada livre, mediante levantamento de bilhetes nos locais e no dia de cada sessão.

A programação completa pode ser consultada AQUI.