Programa empreendedor para ideias de design e música em segunda edição
A Porto Design Factory, plataforma criativa e educativa do Politécnico do Porto (P.Porto), abriu as candidaturas para a segunda edição de dois programas que visam apoiar projetos, em fase embrionária, nas áreas do design e da música.
Programa empreendedor para ideias de design e música em segunda edição
A Porto Design Factory, plataforma criativa e educativa do Politécnico do Porto (P.Porto), abriu as candidaturas para a segunda edição de dois programas que visam apoiar projetos, em fase embrionária, nas áreas do design e da música.

A Porto Design Factory, plataforma criativa e educativa do Politécnico do Porto (P.Porto), abriu as candidaturas para a segunda edição de dois programas que visam apoiar projetos, em fase embrionária, nas áreas do design e da música.

 

O Porto Design Accelerator, um programa desenvolvido pela Porto Design Factory, com o apoio da câmara do Porto e do Polo das Tecnologias de Informação, Comunicação e Eletrónica (TICE.pt), de Aveiro, pretende auxiliar cinco projetos de design a criar a sua própria startup (empresa de base tecnológica em fase de desenvolvimento).

 

"Este é o primeiro programa de aceleração de ideias de negócio centradas na moda, no mobiliário, nos materiais novos e tradicionais (como a cerâmica e a cortiça), nas tecnologias de saúde e na metalomecânica", disse à Lusa o coordenador da Porto Design Factory, Rui Coutinho.

 

Segundo indicou, cada um dos cinco projetos selecionados tem um programa estruturado, feito à sua medida, com a duração de seis meses, que se destina a transformar a ideia num produto, com um modelo de negócio escalável e replicável.

 

O apoio aos empreendedores é conseguido através da ligação a ecossistemas, mentores, "experts" e parceiros industriais, ou seja, elementos importantes na transformação de ideias em negócios inovadores.

 

Na primeira edição deste programa foram apoiados projetos das áreas de calçado, tecnologias da saúde, joalharia, novos materiais e equipamentos relacionados com a agro-indústria a nível doméstico.

 

Em parceria com a Casa da Música e a Antena 3, a Porto Design Factory lançou também o Beta Sound System (BSS), outro programa pioneiro, focado em acelerar cinco novas ideias, apoiando startups da indústria da música.

 

O objetivo do BSS é auxiliar projetos "que busquem novos talentos musicais, na proteção de direitos de autor, novas formas de comercialização e divulgação da música, bem como estratégias de agenciamento e gestão de carreira", contou Rui Coutinho.

 

Esse auxílio surge através da ligação com os principais "stakeholders" (parceiros) nacionais e internacionais da música, mentores, peritos e recursos de prototipagem necessários para alavancar estes projetos, acrescentou o coordenador.

 

Ao longo das diferentes fases dos projetos, as startups vão trabalhar, em permanência, na Porto Design Factory.

 

A primeira edição dos dois programas finaliza em setembro, estando as candidaturas para a segunda edição abertas até 30 de agosto.

Porto Ponto. Diário.
"Sinopse" de João Paulo Rosado sobe ao palco do ciclo Porta-Jazz ao Relento
Música pela música, sem pensar em géneros, moldada pelas experiências e referências presentes e passadas, em suma, transformar pensamentos, conceitos ou imagens num som. É esta a descrição de Sinopse, o álbum de estreia do quinteto homónimo liderado pelo músico madeirense radicado no Porto, João Paulo Rosado. Este sábado, são os protagonistas do terceiro concerto do ciclo Porta-Jazz ao Relento.
"Sinopse" de João Paulo Rosado sobe ao palco do ciclo Porta-Jazz ao Relento
Música pela música, sem pensar em géneros, moldada pelas experiências e referências presentes e passadas, em suma, transformar pensamentos, conceitos ou imagens num som. É esta a descrição de Sinopse, o álbum de estreia do quinteto homónimo liderado pelo músico madeirense radicado no Porto, João Paulo Rosado. Este sábado, são os protagonistas do terceiro concerto do ciclo Porta-Jazz ao Relento.

Música pela música, sem pensar em géneros, moldada pelas experiências e referências presentes e passadas, em suma, transformar pensamentos, conceitos ou imagens num som. É esta a descrição de Sinopse, o álbum de estreia do quinteto homónimo liderado pelo músico madeirense radicado no Porto, João Paulo Rosado. Este sábado, são os protagonistas do terceiro concerto do ciclo Porta-Jazz ao Relento que está a decorrer durante este mês nos jardins do Palácio de Cristal.


João Paulo Rosado é compositor de todos os temas. Com ele, apresentam-se João Guimarães (saxofone alto), AP (guitarra), Hugo Raro (piano) e António Torres Pinto (bateria). O álbum resulta da gravação ao vivo realizada na Sala Porta-Jazz em janeiro de 2016. Trata-se do 28.º disco do Carimbo Porta-Jazz.


Com entrada livre, a partir das 22 horas.

Porto Ponto. Diário.
"Sinopse" by João Paulo Rosado takes the stage at Porta-Jazz concert cycle
Just music, no labels or genres that are forged and shaped by life experiences, past and present; rather, the focus is to transform thoughts, concepts and images into sound.
"Sinopse" by João Paulo Rosado takes the stage at Porta-Jazz concert cycle
Just music, no labels or genres that are forged and shaped by life experiences, past and present; rather, the focus is to transform thoughts, concepts and images into sound.

Just music, no labels or genres that are forged and shaped by life experiences, past and present; rather, the focus is to transform thoughts, concepts and images into sound.


João Paulo Rosado is a Portuguese musician from Madeira and will perform on 19 August in Palácio de Cristal under the Porta-Jazz concert cycle, accompanied by João Guimarães (alto saxophone), AP (guitar), Hugo Raro (piano) and António Torres Pinto (drums). 


Free admission, starting at 10 pm.

Porto Ponto. Diário.
Festas de São Bartolomeu ganham sabor junto ao rio
Começa hoje na Esplanada do Castelo, Foz do Douro, "Sabores de São Bartolomeu", que dá a provar pratos e petiscos ao gosto dos portuenses. Com animação musical na ementa, o evento integra a programação das Festas de São Bartolomeu, a decorrer até 17 de setembro.
Festas de São Bartolomeu ganham sabor junto ao rio
Começa hoje na Esplanada do Castelo, Foz do Douro, "Sabores de São Bartolomeu", que dá a provar pratos e petiscos ao gosto dos portuenses. Com animação musical na ementa, o evento integra a programação das Festas de São Bartolomeu, a decorrer até 17 de setembro.

Começa hoje na Esplanada do Castelo, Foz do Douro, "Sabores de São Bartolomeu", que dá a provar pratos e petiscos ao gosto dos portuenses. Com animação musical na ementa, o evento integra a programação das Festas de São Bartolomeu, a decorrer até 17 de setembro.


Francesinha, grelhados, fumeiro e conservas, mais doces conventuais ou gelados, são algumas das sugestões servidas junto ao rio. De entrada livre, esta feira gastronómica, que integra cerveja artesanal, gin ou caipirinhas, entre outras bebidas frescas, prolonga-se até 27 de agosto.


A par desta iniciativa, as Festas de São Bartolomeu propõem, por estes dias, a Festa do Livro "Molhe em Festa" (Praceta do Molhe) e a Exposição de Trajes de Papel (Forte de São João Baptista). O ponto alto será a 27 de agosto, com o famoso Cortejo do Traje de Papel, uma tradição centenária que termina sempre com um banho de mar.


As Festas de São Bartolomeu são organizadas pela União das Freguesias de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde, sendo que todos os eventos são de entrada livre. Veja AQUI o programa inteiro.


Horários "Sabores de São Bartolomeu": segunda a sexta-feira, das 18 às 24 horas; fim de semana, das 12 às 24 horas.

Porto Ponto. Diário.
Programa Coretos em Festa já dá corda à criatividade
Arrancou nesta quinta-feira o Coretos em Festa, programa de decoração e animação destas emblemáticas estruturas dos jardins portuenses. O primeiro coreto a acolher esta iniciativa municipal é o da Cordoaria, onde uma profusão de fios e cores evoca já, de forma criativa, o universo das cordoarias. Para ver (e celebrar) até domingo.
Programa Coretos em Festa já dá corda à criatividade
Arrancou nesta quinta-feira o Coretos em Festa, programa de decoração e animação destas emblemáticas estruturas dos jardins portuenses. O primeiro coreto a acolher esta iniciativa municipal é o da Cordoaria, onde uma profusão de fios e cores evoca já, de forma criativa, o universo das cordoarias. Para ver (e celebrar) até domingo.

Arrancou nesta quinta-feira o Coretos em Festa, programa de decoração e animação destas emblemáticas estruturas dos jardins portuenses. O primeiro coreto a acolher esta iniciativa municipal é o da Cordoaria, onde uma profusão de fios e cores evoca já, de forma criativa, o universo das cordoarias. Para ver (e celebrar) até domingo.


Realizado pela Porto lazer, Coretos em Festa decorre até setembro, convidando o público a participar em oficinas criativas que, em cada semana, incidem sobre determinado coreto. A partir daqui, decorrem intervenções temáticas que estabelecem relação com a história/identidade do lugar.


Na Cordoaria (Jardim João Chagas), como seria de esperar, está-se a dar muita corda à criatividade. As oficinas começaram ontem e prolongam-se pelo fim de semana. No domingo, a intervenção é inaugurada em festa, com um fim de tarde dançante dinamizado pelo HOP Dance Studio. Este modelo de animação será replicado, nas próximas semanas (e por ordem cronológica), nos coretos dos jardins de Arca D'Água, Marquês, Passeio Alegre e São Lázaro.


Para cada coreto estão assim programados quatro dias de oficinas de participação gratuita, mas com inscrição. Os fins de tarde dançantes são, naturalmente, de entrada livre.


Com inspiração nos jardins franceses, erguidos eles próprios com inspiração nos ingleses, segundo reza a História, a moda dos coretos chegou a Portugal com o liberalismo de 1820 e a instalação da Monarquia Constitucional e vinha significar que o povo já podia ter acesso à arte e à cultura de forma gratuita. Alguns eram fixos, outros eram montados em dias de arraial. Mas muitos foram e são os palcos das celebrações típicas das aldeias, vilas e cidades portuguesas.


O evento Coretos em Festa faz parte do programa municipal Verão é no Porto. Está aberto a participantes de todas as idades (maiores de 3 anos).

Inscrição: coretosemfesta@gmail.com

 

Calendário:

 

CORETO DO JARDIM DA CORDOARIA

17/08-20/08 | 16h00-18h00: oficinas

20/08 | 19h00-21h00: inauguração + fim de tarde dançante

 

CORETO DO JARDIM DE ARCA D'ÁGUA

24/08-27/08 | 16h00-18h00: oficinas

27/08 | 19h00-21h00: inauguração + fim de tarde dançante

 

CORETO DO JARDIM DO MARQUÊS

31/08-03/09 | 16h00-18h00: oficinas

03/09 | 19h00-21h00: inauguração + fim de tarde dançante

 

CORETO DO PASSEIO ALEGRE

07/09-10/09 | 16h00-18h00: oficinas

10/09 | 19h00-21h00: inauguração + fim de tarde dançante

 

CORETO DO JARDIM DE SÃO LÁZARO

14/09-17/09 | 16h00-18h00: oficinas

17/09 | 19h00-21h00: inauguração + fim de tarde dançante

Porto Ponto. Diário.
Bandstand programme celebrates ornamental creativity in Porto
The programme "Coretos em Festa" (Bandstand celebration) started 17 August in Porto. Decoration and entertainment are the key words to celebrate these symbols set throughout the city gardens and parks designed to accommodate musical bands performing concerts. The focus of this municipal initiative is to promote ornamental creativity, inviting the public to take part in imaginative craft workshops under a specific theme.
Bandstand programme celebrates ornamental creativity in Porto
The programme "Coretos em Festa" (Bandstand celebration) started 17 August in Porto. Decoration and entertainment are the key words to celebrate these symbols set throughout the city gardens and parks designed to accommodate musical bands performing concerts. The focus of this municipal initiative is to promote ornamental creativity, inviting the public to take part in imaginative craft workshops under a specific theme.

The programme "Coretos em Festa" (Bandstand celebration) started 17 August in Porto. Decoration and entertainment are the key words to celebrate these symbols set throughout the city gardens and parks designed to accommodate musical bands performing concerts. 


The focus of this municipal initiative is to promote ornamental creativity, inviting the public to take part in imaginative craft workshops under a specific theme.


This event is organised by Porto Lazer and runs until September.


Bandstands became popular by the end of the 19th century, when authorities realized urban areas living conditions needed improvements, namely green and open spaces where the general public could relax. These recreational structures quickly became very popular and were considered a necessity in parks.


The "Coretos em Festa" programme is part of the municipal summer programme. It is open to participants of all ages (children above the age of three years old).


Applications: coretosemfesta@gmail.com

 

Timetable:

 

BANDSTAND OF JARDIM DA CORDOARIA

17/08-20/08 | 4 pm-6 pm: workshops

20/08 | 7 pm-9 pm: opening + evening dance party

 

BANDSTAND OF JARDIM DE ARCA D'ÁGUA

24/08-27/08 | 4 pm-6 pm: workshops

27/08 | 7 pm-9 pm: opening + evening dance party

 

BANDSTAND OF JARDIM DO MARQUÊS

31/08-03/09 | 4 pm-6 pm: workshops

03/09 | 7 pm-9 pm: opening + evening dance party

 

BANDSTAND OF PASSEIO ALEGRE

07/09-10/09 | 4 pm-6 pm: workshops

10/09 | 19h00-21h00: opening + evening dance party

 

BANDSTAND OF JARDIM DE SÃO LÁZARO

14/09-17/09 | 4 pm-6 pm: workshops

17/09 | 7 pm-9 pm: opening + evening dance party


Porto Ponto. Diário.
Dia Mundial da Fotografia assinalado com desafios para todos os públicos
Fotografar o Porto a horas "impróprias", ser turista na própria cidade, fazer um retrato de família e participar numa oficina de smartphone são os desafios do Instituto Português de Fotografia para este fim-de-semana. O objetivo é celebrar o Dia Mundial da Fotografia que se assinala este sábado.
Dia Mundial da Fotografia assinalado com desafios para todos os públicos
Fotografar o Porto a horas "impróprias", ser turista na própria cidade, fazer um retrato de família e participar numa oficina de smartphone são os desafios do Instituto Português de Fotografia para este fim-de-semana. O objetivo é celebrar o Dia Mundial da Fotografia que se assinala este sábado.

Fotografar o Porto a horas "impróprias", ser turista na própria cidade, fazer um retrato de família e participar numa oficina de smartphone são os desafios do Instituto Português de Fotografia para este fim-de-semana. O objetivo é celebrar o Dia Mundial da Fotografia que se assinala este sábado, 19 de agosto. Por isso, se é entusiasta, pegue na câmara e prepare-se para uma "romaria" fotográfica, que começa esta madrugada (5 da manhã) com o objetivo de fotografar a alvorada no Porto.


O dia 19 de agosto de 1839 acordou com uma notícia: o governo de França anunciou, oficialmente, a invenção da fotografia: um presente "grátis para o mundo". O autor da proeza foi Louis Daguerre, um físico, pintor, cenógrafo e inventor francês que inventou o daguerreótipo, um processo fotográfico desenvolvido em 1837. Uma estória que mudou o mundo e que inspirou a instituição do Dia Mundial da Fotografia.


Para celebrar o dia e a arte de fotografar, o Instituto Português de Fotografia (IPF) propõe um conjunto de atividades para entusiastas da fotografia (famílias incluídas) que têm como palco a cidade do Porto.

 

Fotografia noturna | 18 de agosto (sexta-feira)


As atividades começam ainda antes da meia-noite para mostrar como a luz é o elemento central da arte de fotografar, mas e quando ela é escassa? Nesta oficina vão ser partilhados segredos e dicas para obter as melhores imagens, com técnicas úteis e essenciais para captar a magia noturna da cidade. Primeira dica: levar o tripé. O ponto de encontro está marcado nas instalações do IPF do Porto (Rua da Vitória, 129), às 20 horas. O término da atividade está previsto para a meia-noite. Há 15 vagas disponíveis.

 

Fotografar o amanhecer | 19 de agosto (sábado)


O por do sol é talvez dos assuntos mais fotografados, porém, quando o dia nasce, a sua luz tão singular e a experiência em si tornam-se, sem dúvida, igualmente impressionantes. É por isso que os fotógrafos acordam tantas vezes de madrugada para captar esses momentos. Para madrugadores e noctívagos esforçados, apaixonados por fotografia em geral, esta atividade será a melhor forma de celebrar a data e a sua paixão, criando belas imagens da aurora. O ponto de encontro está marcado para as 5 horas da manhã, nas instalações do IPF no Porto. O fecho da atividade está previsto para as 9 horas. Há 30 vagas disponíveis.

 

Ser turista na própria cidade | 19 de agosto (sábado)


Todos os dias passamos pelos mesmos lugares, vemos as mesmas coisas e já conhecemos os monumentos e locais mais típicos da cidade, sem prestar a devida atenção ou tempo. Nós usamos muito o olhar, mas poucas vezes vemos, realmente. Esta atividade propõe uma visita a esses mesmos lugares, com um renovado ponto de vista e um conceito deveras interessante: ser turista na própria cidade. O ponto de encontro está marcado às 17 horas nas instalações do IPF no Porto. O término está previsto para as 21 horas, havendo 12 vagas disponíveis.

 

Retrato de família | 19 de agosto (sábado)


Celebrar a fotografia através de um retrato de família, parece-lhe bem? O IFP propõe fotografar famílias, numa experiência divertida, de modo a deixar uma recordação especial. Os participantes recebem o retrato que irá acompanhar a família para todo o sempre. As instalações do IPF do Porto serão o palco desta atividade, no horário compreendido entre as 10 e as 14 horas.

 

Oficina de smartphone | 19 de agosto (sábado)


A democratização da fotografia aconteceu de diversas formas e, uma delas, foi com o aparecimento dos smartphones e câmeras incorporadas. A organização quer ensinar como tirar melhor partido de cada clique: a melhor composição, dicas de iluminação, como editar e tratar imagens através de aplicações, conferindo um toque mais profissional para cada imagem criada. A oficina vai decorrer nas instalações do IPF do Porto, no horário compreendido entre as 14 e as 17 horas. Há 15 vagas disponíveis.

 

Cinco atividades que têm um custo simbólico de 5 euros, um valor que pode ser descontado em eventuais formações no Instituto Português de Fotografia. O IFP, com quase meio século de atividade, é a mais antiga e prestigiada instituição ligada à área em Portugal, sendo reconhecida pela excelência do ensino da fotografia, mas também pelos programas que desenvolve em termos culturais.


No Dia Mundial da Fotografia, o Instituto Português de Fotografia oferece 20% de desconto no preço de todos os workshops do IPF e Curso de Fotografia Digital (Lisboa e Porto), calendarizados até ao final de 2017, bem como o valor da inscrição no Curso Profissional de Fotografia e no Curso Avançado de Fotografia. As ofertas são válidas para inscrições realizadas durante o dia de sábado (19 de agosto).

 

Fotografia nasceu há 178 anos


A 19 de agosto de 1839 o governo francês anunciou, oficialmente, a invenção da fotografia. Desde a Grécia Antiga já existem relatos sobre "câmaras escuras" e reproduções de imagens, porém, só em 1839 foi apresentado um sistema de captação de imagem permanente, devidamente aprimorado e oficializado.


A celebração da data como Dia Mundial da Fotografia tem origem no anúncio oficial da invenção do daguerreótipo (daguerreotype), um processo fotográfico desenvolvido por Louis-Jacques-Mandé Daguerre alguns anos antes, em 1837.


+Info: Inscrições nas atividades e outras informações disponíveis no site do Instituto Português de Fotografia

Porto Ponto. Diário.
Partilhado com sucesso