Comédia dramática abre Festa do Cinema Francês
A comédia dramática "Nos Batailles", do realizador franco-belga Guillaume Senez, abre a 19.ª Festa do Cinema Francês, a partir das 22 horas desta terça-feira, no Rivoli.
Comédia dramática abre Festa do Cinema Francês
A comédia dramática "Nos Batailles", do realizador franco-belga Guillaume Senez, abre a 19.ª Festa do Cinema Francês, a partir das 22 horas desta terça-feira, no Rivoli.
A comédia dramática "Nos batailles", do realizador franco-belga Guillaume Senez, abre a 19.ª Festa do Cinema Francês, a partir das 22 horas desta terça-feira, no Rivoli.

Apadrinhada por Jean-Paul Rappeneau, que realizou Cyrano de Bergerac (1990), esta iniciativa do Teatro Municipal do Porto e do Institut Français du Portugal apresenta, até ao próximo domingo, desde a produção mais recente em antestreia, com presença de realizadores e/ou atores, até aos grandes clássicos, passando pelo cinema de animação e masterclasses ACID.

Organizado pelo Institut Français du Portugal, a Embaixada de França e a rede das Alliances Françaises, a programação vai a uma série de cidades portuguesas com a diversidade, riqueza e pluralidade de olhares da produção cinematográfica francesa.

No caso do Porto, há também sessões escolares e ainda duas masterclasses que se seguem às projeções dos filmes, no âmbito do ciclo ACID, uma associação de cineastas com uma programação própria, desde 1993, no Festival Internacional de Cannes e que, este ano, teve um foco especial sobre a cinematografia portuguesa no ACID Trip#2 Portugal.

A programação completa desta edição da Festa do Cinema Francês está aqui.


Porto. Diário.
Percurso cultural vai à descoberta de livreiros e alfarrabistas da cidade
O ciclo de Percursos Culturais do último trimestre começa já nesta terça-feira com um circuito que propõe a descoberta das casas onde habitam livros novos e antigos, clássicos e contemporâneos.
Percurso cultural vai à descoberta de livreiros e alfarrabistas da cidade
O ciclo de Percursos Culturais do último trimestre começa já nesta terça-feira com um circuito que propõe a descoberta das casas onde habitam livros novos e antigos, clássicos e contemporâneos.
O ciclo de Percursos Culturais do último trimestre começa já nesta terça-feira com um circuito que propõe a descoberta das casas onde habitam livros novos e antigos, clássicos e contemporâneos.

As histórias que a cidade conta podem também ser lidas nas fachadas e nos interiores destes locais de culto como a Livraria Lello, na Rua das Carmelitas, ou o Alfarrabista Chaminé da Mota, na Rua das Flores, onde encontramos mais de um milhão de livros entre as encantadoras curiosidades.

O percurso "Livreiros e alfarrabistas do Porto" é orientado pela historiadora da arte Isabel Andrade Silva e tem início pelas 15 horas frente à Livraria Lello.

O bilhete (3 euros/pessoa) pode ser adquirido online ou nos locais habituais.
Porto. Diário.
Programa de educação financeira para seniores ensina a lidar com seguros
Estão abertas as inscrições para a ação de formação gratuita sobre seguros, no âmbito do programa de inclusão e formação financeira para seniores "Eu e a minha reforma".
Programa de educação financeira para seniores ensina a lidar com seguros
Estão abertas as inscrições para a ação de formação gratuita sobre seguros, no âmbito do programa de inclusão e formação financeira para seniores "Eu e a minha reforma".
Estão abertas as inscrições para a ação de formação gratuita sobre seguros, no âmbito do programa de inclusão e formação financeira para seniores "Eu e a minha reforma".

Com participação por ordem de chegada do pedido, esta ação realiza-se a 5 de novembro (segunda-feira), pelas 14,30 horas, na Fundação Dr. António Cupertino de Miranda e resulta de uma iniciativa conjunta desta instituição e da Câmara do Porto.

Nesta sessão, que será conduzida por Luís Sanches, da Associação Portuguesa de Seguradores, o foco estará em reconhecer os seguros enquanto proteção de pessoas e bens; caracterizar os principais tipos de seguros - as particularidades; identificar os diversos tipos de fraudes; informar sobre a enorme diversidade e complexidade dos seguros.

"Eu e a Minha Reforma" é um programa de sensibilização e educação financeira dirigido às pessoas a partir dos 55 anos, que visa possibilitar aos participantes a aquisição de conhecimentos financeiros e competências que lhes permitam uma melhor gestão do seu dinheiro e a tomada de decisões financeiras corretas, informadas e conscientes, contribuindo assim para o seu bem-estar e para uma reforma tranquila.

O programa, composto por sete sessões temáticas, assenta numa lógica pedagógica eminentemente prática, promovendo a interação entre os participantes e os formadores.

A inscrição para a ação sobre seguros está aberta até ao próximo domingo, dia 28, e deve ser feita para o endereço de correio eletrónico eueaminhareforma@facm.pt ou através do telefone 226 101 189.

A deslocação para a Fundação Dr. António Cupertino de Miranda (na Av. Boavista, 4245) é da responsabilidade dos participantes, sendo que tanto a inscrição como o lanche são gratuitos.
Porto. Diário.
"Aquisições" reativa coleção de arte municipal com obras de 10 artistas
A Câmara do Porto vai incrementar a Coleção de Arte Municipal com a aquisição de obras de arte contemporânea de mais 10 artistas a nove galerias da cidade, no âmbito da plataforma Pláka.
"Aquisições" reativa coleção de arte municipal com obras de 10 artistas
A Câmara do Porto vai incrementar a Coleção de Arte Municipal com a aquisição de obras de arte contemporânea de mais 10 artistas a nove galerias da cidade, no âmbito da plataforma Pláka.
A Câmara do Porto vai incrementar a Coleção de Arte Municipal com a aquisição de obras de arte contemporânea de mais 10 artistas a nove galerias da cidade, no âmbito da plataforma Pláka.

Ana Santos (Galeria Quadrado Azul), André Cepeda (Galeria Pedro Oliveira), Eduardo Batarda (Galeria Pedro Oliveira), Emmanuel Nassar (Galeria Kubik), Fernanda Fragateiro (Galeria Kubik), Francisco Tropa (Galeria Quadrado Azul), João Pedro Vale e Nuno Alexandre Ferreira (Galeria Presença), Paulo Nozolino (Galeria Quadrado Azul) e Pires Vieira (Galeria João Lagoa) são os artistas cujas obras foram adquiridas ou estão em processo de aquisição.

Com um orçamento de 100 mil euros, trata-se de uma decisão resultante deste primeiro ano de trabalho do comité independente constituído para o efeito no âmbito do programa "Aquisições", do qual fazem parte Francisco Laranjo, artista e docente nas Belas Artes da Universidade do Porto; Gabriela Vaz-Pinheiro, artista, curadora e docente nas Belas Artes da UP; João Magalhães, director specialist na Sotheby's, em Londres; Luís Pinto Nunes, curador e coordenador do Museu das Belas Artes da UP; e Pedro Álvares Ribeiro, colecionador de arte contemporânea.

As novas obras podem ser visualizadas no website da plataforma Pláka em www.plaka.porto.pt.

"Aquisições" é um dos programas que integra a plataforma Pláka e foi criado com o intuito de valorizar o património artístico do Porto, documentar a memória da prática artística da cidade e reativar a Coleção de Arte Municipal através da aquisição e integração de novas obras de arte numa coleção composta por cerca de 1500 trabalhos do domínio das artes plásticas.

O projecto terá continuidade a partir de janeiro de 2019, com um novo comité de seleção a anunciar brevemente.
Porto. Diário.
Grupo Erasmus+ apresenta no Porto o projeto STEAM de inovação pedagógica
Professores e estudantes do grupo de trabalho Erasmus+, oriundos de vários, estão a apresentar na cidade o projeto STEAM, uma metodologia pedagógica que utiliza a Ciência (S), Tecnologia (T), Engenharia (E), Arte (A) e Matemática (M) para concretizar objetivos de construção de aprendizagens.
Grupo Erasmus+ apresenta no Porto o projeto STEAM de inovação pedagógica
Professores e estudantes do grupo de trabalho Erasmus+, oriundos de vários, estão a apresentar na cidade o projeto STEAM, uma metodologia pedagógica que utiliza a Ciência (S), Tecnologia (T), Engenharia (E), Arte (A) e Matemática (M) para concretizar objetivos de construção de aprendizagens.

Professores e estudantes do grupo de trabalho Erasmus+, oriundos de países como a Bélgica, Eslovénia, Grécia, Itália e Suécia, e da representação portuguesa através do Conservatório de Música do Porto, que é a instituição anfitriã da comitiva, estão a apresentar na cidade o projeto STEAM, uma metodologia pedagógica que utiliza a Ciência (S), Tecnologia (T), Engenharia (E), Arte (A) e Matemática (M) para concretizar objetivos de construção de aprendizagens.


O grupo Erasmus+ foi recebido, esta manhã, nos Paços do Concelho pelo vereador da Educação, Habitação e Coesão Social, Fernando Paulo, que salientou ser "o Porto uma cidade aberta e cada vez mais reconhecida a nível internacional para ser a anfitriã de eventos internacionais, nomeadamente desta jornada de cooperação entre vários parceiros internacionais". 


A meta do projeto é fomentar uma aprendizagem promotora do diálogo e do pensamento crítico por parte dos alunos, contextualizada por uma Europa em mudança.


O vereador da Educação reafirmou o compromisso de cooperação que a cidade do Porto assume nesta jornada para "criar saber e conhecimento e assim contribuir para a inovação, transformando-a em negócios e qualidade de vida".


Os objetivos deste grupo de trabalho com professores e alunos dos vários países são dois: "o primeiro é a criação de recursos educativos para estudantes do ensino secundário, que poderão ser acedidos por todos os professores da União Europeia; o segundo objetivo vai ao encontro do que o senhor vereador afirmou, que é a cooperação, e dessa cooperação resulta uma obra de Arte conjunta que operacionaliza estes conteúdos de Ciências, Tecnologias, Engenharias, Artes e Matemática", a qual será apresentada no Parlamento Europeu no dia 20 de abril de 2019, como apontou Filip Robyn, da delegação belga e que partilha com o diretor do Conservatório do Porto, António Moreira Jorge, a coordenação do projeto.


O Erasmus+ é o programa da União Europeia que atua nas áreas da educação, formação, juventude e desporto para o período de 2014-2020, com a missão de apoiar a execução da estratégia Europa 2020 para o crescimento, o emprego, a justiça social e a inclusão.


Este programa tem uma dimensão intra-europeia e internacional, ao nível da cooperação, com base nos resultados de mais de 25 anos de programas europeus nos domínios acima referidos, de forma a remover barreiras artificiais entre os vários tipos de ações e projetos, para atrair novos intervenientes do mundo do trabalho e da sociedade civil, estimulando novas formas de cooperação com a missão de desenvolver o capital humano e social no contexto Europeu e extra-europeu.


No final do projeto, cada escola apresentará um tema relacionado com uma figura nacional reconhecida e histórica, de molde a incentivar a aprendizagem intercultural de todos os participantes.


Pelos olhos dos estudantes


Os alunos de ensino secundário que participam neste grupo de trabalho, com idades entre os 16 aos 18 anos, estudam Matemática, Ciências, Ciências Sociais e Internacionais e Línguas. Estão particularmente satisfeitos por poderem participar neste projeto no Porto, cidade que associam ao rio Douro, às pontes, ao vinho, à torre dos Clérigos e aos Faróis da Foz.


Para Rania, da Suécia, "a surpresa foi ver o ambiente old school dos edifícios. A cidade é mesmo bonita!", além de que, para a grega Lia, "parece ser uma cidade muito animada".


Por sua vez, Dajo, que veio de Itália, afirma que "chegámos ontem e ainda não tivemos tempo para ver muito, mas tenho grandes expectativas: quero conhecer o vinho, as pontes e a comida".


Para já, começaram por visitar o edifício da Câmara do Porto, a convite do vereador da Educação, após a cerimónia de boas-vindas.

Porto. Diário.
Partilhado com sucesso